O F-15EX, matrícula 20001, decola pela primeira vez. Foto: Alex Farwell - Viking Aeronautics.

Sob os comandos do piloto de testes da Boeing Matt Giese o novo, F-15EX fez seu primeiro voo hoje. De acordo com Steve Trimble, da Aviation Week, o caça decolou do Aeroporto Internacional de Lambert – St Louis às 13h53 Eastern Time (15h53 de Brasília). 

No voo de 90 minutos foram checados os aviônicos, sistemas avançados e software do jato multifuncional. Uma equipe de teste monitorando os dados coletados durante o vôo em tempo real confirmou que o desempenho da aeronave foi planejado.

O F-15EX é a mais nova e avançada variante do renomado caça F-15 Eagle. A aeronave emprega tecnologias usadas nos F-15SA e QA da Arábia Saudita e Qatar, respectivamente. 

As primeiras imagens do primeiro voo do EX foram compartilhadas no Instagram pelo perfil Viking Aeronautics. 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Viking Aeronautics (@vikingaeroimages)

O caça poderá carregar 22 mísseis com o novo cabide AMBER (Advanced Missile and Bomb Ejection Rack), radar de varredura eletrônica ativa (AESA) APG-82, sistemas de alarme de aproximação de mísseis (MAWS), Fly-By-Wire, motores General Electric F110-GE-129, e o ADCP-II, o mais rápido computador de missão existente.

Este slideshow necessita de JavaScript.


“O voo bem-sucedido de hoje prova a segurança do jato e a prontidão para se juntar à frota de caças de nosso país”, disse Prat Kumar, vice-presidente da Boeing e gerente do programa F-15. 

“Nossa força de trabalho está animada para construir um caça moderno para a Força Aérea dos Estados Unidos. Nosso cliente pode se sentir confiante em sua decisão de investir nesta plataforma que é capaz de incorporar os mais recentes sistemas avançados de gerenciamento de batalha, sensores e armas devido ao design digital do jato e arquitetura de sistemas de missão aberta.”

Cockpit do F-15QA Qatari Advanced. O cockpit do F-15EX é semelhante ao do QA. Foto: Boeing.

A USAF adquiriu um primeiro lote de oito unidades por quase US$ 1,2 bilhões, e já solicitou orçamento para adquirir mais 12 caças. A Força Aérea pretende adquirir 76 F-15EX nos próximos cinco anos, e até 144 unidades para substituir totalmente os F-15C/D Eagle em serviço desde os anos 70. 

Recentemente o Governo dos EUA autorizou a Boeing a oferecer o F-15EX para a Índia

Esta matéria seguirá sendo atualizada.