Neste último domingo (11/04) um piloto foi preso na cidade de Nova Iorque, no Maranhão, após fazer rasantes com um avião monomotor nas margens da Praia do Caju.

O voo do piloto “Cabeludo”, como chamam, preso na cidade de São João dos Patos, logo após o pouso. Porém, todo o procedimento ocorreu com base nas delegacias de Nova Iorque.

O piloto foi indiciado pelo voo, considerado perigoso por colocar banhistas das praias em risco. No entanto, por ser classificado como um crime de ‘baixo potencial ofensivo’, ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (T.C.O) e foi liberado logo depois.

“Cabeludo” já se envolveu em dois outros problemas também envolvendo a pilotagem de aviões. Em 2012 ele foi preso por pilotar sem ter a carteira oficial da ANAC que autoriza, e em 2015 sofreu um acidente de aeronave, gerando algumas lesões leves.

Já a Polícia Militar da cidade avisou a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) sobre o incidente, e a agência vai abrir uma investigação para apurar toda essa situação.

Veja a manobra no vídeo abaixo: