Pintura especial do Typhoon une elementos da bandeira britânica por cima de uma base de cor preta. Na cauda, o cocar da RAF. Foto: RAF Coningsby/Divulgação/Direitos autorais da Coroa Britânica.

Na manhã de hoje (28) foram divulgadas imagens de um caça Typhoon FGR.4 da Força Aérea Real Britânica com uma pintura especial combinando preto com as cores da bandeira do Reino Unido, a Union Jack. A aeronave será usada pela Typhoon Display Team, unidade da RAF responsável por fazer voos de demonstração com o caça em diversos shows aéreos. 

A Typhoon Display Team é baseada no 29 Squadron da RAF, com sede na Base Aérea de RAF Coningsby, localizada no condado de Lincolnshire, região leste do país. O 29 Squadron é a Unidade de Conversão Operacional (OCU) do Typhoon, responsável por formar os novos pilotos para esse modelo especificamente. 

O Typhoon da RAF vai ostentar a pintura especial até o final da temporada de shows de 2022. Para esse ano, a Typhoon Display Team tem oito apresentações marcadas, sendo seis na Inglaterra, uma na França e outra na Finlândia. 

De acordo com o portal Flightline UK, o caça ainda será usado normalmente na formação de pilotos, semelhante ao Airbus A330 MRTT “Vespina”, que mesmo estando com configuração VIP para o transporte do Primeiro-Ministro Britânico, ainda serve suas funções normalmente

O piloto da equipe para a temporada de 2021, Tenente James Saintly, disse estar orgulhoso em poder “literalmente voar a bandeira nessa aeronave. Estou confiante que o público dos shows aéreos dos próximos dois anos compartilharão um pouco desse orgulho quando virem a aeronave.”

A pintura do caça combina elementos da bandeira nacional britânica nas asas e canards, com o cocar da RAF pintado no estabilizador vertical de fundo vermelho. Ao longo da fuselagem, a base preta deixa um contraste marcante, no entanto, o radome segue pintado com o cinza padrão por conta do radar CAPTOR. 

Desenvolvido pela Inglaterra, Alemanha, Itália e Espanha, países unidos através do Consórcio Eurofighter, o Typhoon é um caça de 4.5 geração multifuncional, podendo cumprir missões de superioridade aérea, suporte aproximado, ataque de longa distância, reconhecimento e outras. Fora as nações supracitadas, o Typhoon também está em serviço na Áustria e Arábia Saudita. Oman, Kuwait e Catar também adquiriram unidades do jato.