Richard Branson Antonov An-225
Foto: Richard Branson Blog

O bilionário Richard Branson, que conhecemos pelos seus investimentos na aviação envolvendo a Virgin Atlantic e as duas empresas espaciais Virgin Galactic e Orbit, visitou recentemente o Aeroporto de Hostomel, na Ucrânia, onde o maior avião do mundo (Antonov An-225) foi destruído no final de fevereiro por forças russas, início da guerra com a Ucrânia.  

Após sua visita à Ucrânia, Branson escreveu em um post no seu blog que esperava que o legado do Mriya perdure e que a comunidade internacional encontre maneiras de ajudar a Ucrânia a reconstruir não apenas o local, mas também trazer a indústria aeroespacial da Ucrânia de volta à vida”. 

De acordo com Richar Branson, ele foi convidado pelo presidente ucraniano Volodymyr Zelensky para visitar Kiev. Além de conferir o restante do maior avião do mundo, o Antonov An-225, ele também se encontrou com o presidente, e o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba.

“Meu principal objetivo ao ir a Kiev foi conhecer e ouvir os ucranianos, entender seus medos e preocupações e também aprender o que as empresas, em parceria com a sociedade civil e os governos, podem fazer para apoiar a Ucrânia de maneira mais eficaz”, disse Branson.

“Cenário de intensos combates nos primeiros dias da invasão, este aeródromo abrigou o famoso Antonov AN-225, o maior avião de transporte do mundo e orgulho da aviação ucraniana. Carinhosamente apelidado de Mriya (Sonho), este magnífico avião de seis motores foi destruído na batalha pelo controle do aeroporto, e tudo o que resta é um ‘naufrágio queimado’. Mas havia pessoas trabalhando duro tentando salvá-lo – eles já decidiram reconstruí-lo.”

Durante sua postagem no blog, Richard Branson também descreveu a destruição que observou em vários lugares durante a sua visita, e como a população ucraniana tenta continuar as suas vidas, apesar de vários problemas que estão enfrentando.

 

Antonov An-225: A maior aeronave do mundo

Produzido no final da década de 1980, o An-225 foi desenvolvido pela atual Ucrânia para dar suporte ao programa espacial soviético, mais especificamente, no transporte do ônibus espacial Buran.

Batizado em ucraniano de Мрiя ou Mriya, que significa sonho, o An-225 surgiu como uma esperança aos soviéticos na ambição de se tornar uma grande potência frente aos Estados Unidos. A aeronave de seis motores decolou pela primeira vez em 21 de dezembro de 1988.

No início dos anos 2000, o An-225 passou por uma modernização, passando a se tornar a maior aeronave com maior capacidade de transporte de carga do mundo, fazendo parte da Antonov Airlines desde então. 

AN225
Foto: Antonov Airlines/Divulgação

Curiosamente, apesar de ter apenas um An-225 produzido, uma segunda unidade do modelo chegou a ter a sua fuselagem construída, mas a sua conclusão nunca foi levada adiante pela Antonov por questões orçamentárias, deixando em aberto a possibilidade da existência de mais um gigante nos ares. 

O An-225 pode transportar até 250 toneladas de carga, segundo a fabricante. A carga única mais pesada já transportada pelo Antonov An-225 teve um peso máximo de 187,6 toneladas.

Durante sua história o Antonov An-225 conseguiu bater mais de 240 recordes mundiais, sendo 110 somente no primeiro período de operação, entre 1988 e 1994.

O tamanho do avião é de 18 metros de altura, impressionantes 84 metros de comprimento, 88m de uma ponta da asa a outra, e 285 toneladas com ele completamente vazio.

Você pode conferir mais curiosidades sobre o maior avião do mundo em operação Clicando Aqui.