Rússia está em fase de estudo para projetar caça leve, que vai trabalhar em conjunto com o SU-57

SU-57 Foto: © Sputinik/ Maxim Blinov

 A Rússia está em fase de estudos para projetar um caça leve para trabalhar junto com o SU-57 em diversas missões no futuro.

“Em particular, no final do ano passado (2019), a MiG RSK fez um pedido para o estudo de cálculo aerodinâmico de uma aeronave bimotor multifuncional leve de linha de frente, em comparação com análogos estrangeiros para o período 2020-2025. Informações sobre isso foram publicadas no portal de compras públicas. O custo do trabalho está estimado em 4 milhões de rublos (US$ 55 mil)”, afirmou a UAC em um post no Twitter.

A ideia de criar uma caça leve foi cogitada pela primeira vez em 2017, pelo então vice-primeiro-ministro russo, Dmitry Rogozin. De acordo com a autoridade o novo caça leve poderia fazer seu primeiro voo até 2025. Alguns outros detalhes foram informados, como a bimotorização e que estes motores seriam mais potentes do que do MIG-35. O caça seria empregado para fazer algumas missões que seriam bem caras o furtivo SU-57.

Um dos últimos modelos da MIG, o MIG-35- Foto: Via Web

Quanto ao nome, isso foi falado durante a MAKS 2019 (um dos principais airshows do mundo, que acontece na Rússia). Lá foi cogitado que o nome do novo caça leve seria MIG-XX Falken, e com a MIG que hoje faz parte da UAC (United Aircraft Corporation, empresa que engloba outras empresas como a Sukhoi, Ilyushin e a Tupolev), estaria a frente do projeto do caça que teria algumas características do caça furtivo SU-57, como o compartimento interno para armamentos.

MIG XX Falken

A Rússia também pensa no comércio para o caça, visto que muitos países procuram um caça furtivo baratos e o MIG-XX poderia ser a solução. Hoje as nações tem apenas uma opção de caça de 5º geração, que é o caro F-35 Join Strike, outra opção seria a própria produção de um caça furtivo, mas tal produção sai bem cara e não é toda nação que consegue bancar tal projeto.

DEIXE UMA RESPOSTA