SAAB Gripen E- Foto: SAAB

Como já foi publicado aqui no portal Aeroflap, a Índia está fazendo uma grande reformulação dentro de sua força aérea (IAF), o próprio comandante detalhou os planos futuros da IAF.

Um dos planos envolve a compra de novos caças e empresas do setor são bem-vindas, bem como suas propostas. Uma delas é a fabricante sueca SAAB que está oferecendo o Gripen, com a metade do preço e com total transferência de tecnologia.

A França por meio da Dassault está vendendo 36 caças Rafales à Índia, sendo que as entregues devem começar em breve. Mas mesmo assim os suecos se mantém animados em vender o Gripen para os indianos, como detalha, o presidente da SAAB Índia e diretor administrativo (CMD) Ola Rignell.

Dassault Rafale- Foto/Divulgação Dassault Aviation

“A Índia comprou 36 caças Rafale da França das prateleiras. A SAAB e o Brasil também assinaram um contrato em 2015 para a venda e fabricação local do 36 Gripen. O custo foi metade do valor do negócio indiano ”, disse Rignell, referindo-se ao acordo de US $ 4,68 bilhões do Brasil com a SAAB para fabricar o Gripen localmente.

“Estamos montando um ecossistema de aviação inteiro no Brasil. E a experiência e o conhecimento que o Brasil está ganhando com essa manufatura estão sendo usados ​​por eles para projetar seus aviões de combate indígenas ”, afirmou o CMD da SAAB Índia.

Em entrevista ao ThePrint, Ola Rignell falou das qualidades do caça sueco, como pacote de armas que é o mesmo do Rafale, por exemplo os mísseis ar-ar Meteor.

Gripens E- Foto: SAAB

Isso mostra que a índia está sim disposta a gastar bastante para reequipar sua força aérea e isso pode ser vantajoso para as empresas e para a própria IAF que poderia ter diferentes modelos de caças como ponta de lança.

 

Fonte de apoio: ThePrint / Adaptações: Aeroflap