A Rússia teve um número considerável de baixa de caças-bombardeiro Sukhoi Su-34 durante a recente guerra com a Ucrânia. E agora os ucranianos estão com um novo projeto, que utiliza partes dessas aeronaves que foram abatidas.

Em outras ocasiões mostramos para o nosso público os chaveiros de aeronaves, feitos com partes de aviões históricos, ou de grande relevância. É exatamente isso que os ucranianos estão fazendo, com finalidade de arrecadar fundos para comprar drones.

“Há muito tempo venho pensando em como juntar mais dinheiro para comprar drones para as Forças Armadas da Ucrânia. É óbvio que devemos procurar dinheiro no exterior. Também é óbvio que todos que queriam doar, já doaram. É necessário envolver o público em geral. Significa que devemos dar algo por uma doação. Os selos postais ucranianos são ótimos, mas precisamos encontrar algo mais legal”, escreveu Yura Vysoven, lider do projeto pela Drones for Ukraine Foundation, em um post no Facebook .

De acordo com Vysoven, são 48 unidades que muito provavelmente serão disputadas. No Reedit ele ainda ressaltou que há material para fazer mais 100 chaveiros como estes abaixo.

Para adquirir um como este é necessário doar para a Drones for Ukraine Foundation mais de US$ 1000. Eles dão o chaveiro como um “souvenier”. “Não é para venda”, disse Vysoven.

O caça utilizado para montar os chaveiros é um Sukhoi Su-34 derrubado no início de março de 2022 perto de Kiev. De acordo com militares ucranianos, ele foi registrado como RF-81251, tinha um indicativo Red 31 e pertencia ao 227º regimento de aviação de bombardeiros da Força Aérea Russa.

No chaveiro podemos localizar na parte superior as coordenadas geográficas do local de queda do caça, junto com uma mensagem de agradecimento e um scketch do caça-bombardeiro.

Dados reais apontam que outros nove aviões Sukhoi Su-34 da Rússia foram abatidos ou caíram na Ucrânia, mas com certeza, nem todos podem ser recuperados e virarem chaveiros.

 

O Sukhoi Su-34

Sukhoi Su-34 Fullback.

O Sukhoi Su-34, designado Fullback pela OTAN, é um caça-bombardeiro de longo-alcance desenvolvido a partir do protótipo Su-27IB ainda no período soviético. Equivalente ao F-15E Strike Eagle norte-americano, o Su-34 é tripulado por dois militares (piloto e copiloto/operador de sistemas d’armas) que sentam lado a lado em um cockpit blindado, acessado através de uma escada no trem de pouso dianteiro. 

Além do canhão GSh-30-1 de 30mm (armamento tradicional entre caças russos), o Su-34 pode carregar oito toneladas de armamentos diversos, incluindo os mísseis ar-ar R-73 e R-27, mísseis antirradar Kh-31, bombas inteligentes da série KAB-500 e mísseis antinavio como o Kh-35 e de cruzeiro como o Kh-59.

Su-34 cockpit
Cockpit do Su-34 Fullback em um simulador de voo.

Por conta do design de seu radome (que abriga o radar multimodo de varredura eletrônica passiva Leninets V004), o Su-34 é apelidado de bico de pato ou ornitorrinco.