Swiss Boeing 777 Suiça

A Swiss International Airlines será mais uma companhia aérea a aderir o IATA Travel, passaporte de saúde para os passageiros em voos internacionais. O passaporte através do aplicativo digital da Associação, informa os detalhes sobre o estado de saúde do passageiro, bem como as informações de viagens e se foi vacinado contra a Covid-19.

A empresa suíça será a primeira companhia aérea do Grupo Lufthansa a utilizar o novo aplicativo para os passageiros. Inicialmente a rota prevista para o inicio dos testes será de Zurique para Londres.  

Visando a segurança de todos os seus ocupantes, a Swiss também está avaliando utilizar outros aplicativos de saúde como o EU Green Pass e do CommonPass. Outra medida adotada pela empresa é a aplicação do teste negativo de Covid-19 com 12 horas de antecedência de seus voos.

Na ocasião, o passageiro deverá comunicar a empresa sobre o seu resultado através de seu site onde anexa o resultado ou envia de forma digital. A Swiss implementou essa medida em voos para os EUA, Espanha e Portugal no começo do mês de março. Em breve a medida será aplicada a outras rotas da empresa.

“Documentos de saúde digitais como o IATA Travel Pass estão dando uma contribuição inestimável para conciliar a demanda por mobilidade com a necessidade de proteção da saúde, para tornar mais fácil para nossos clientes planejarem suas viagens com confiança e para restaurar a confiança nas viagens como um todo.” -Dieter Vranckx, CEO da SWISS

A IATA também garantiu a confiabilidade dos dados utilizados em seu aplicativo de viagens, visto que há uma preocupação sobre o vazamento de dados. A Associação também garantiu que nenhum dos dados informados pelos passageiros são salvos no aplicativo ou na sua própria central.

“Os viajantes da Swiss são informados sobre todas as opções disponíveis com antecedência de suas viagens planejadas”, disse a IATA em comunicado.