Como forma de dar um alívio nas dívidas da Avianca Brasil, a United Continental Holdings, que administra a United Airlines e tem uma parceria com a Avianca, aceitou emprestar US$ 456 milhões para a empresa Synergy Group, como forma de possibilitar uma recuperação da companhia brasileira.

O grupo Synergy detém 100% da Avianca Brasil e mais de 60% da Avianca Holdings S.A.

De acordo com o divulgado pelo Reuters, a Avianca tem pelo menos R$ 1,6 bilhão em dívidas para quitar nos próximos dois anos, em uma publicação anterior ressaltamos que a Avianca tinha dívidas que somavam R$ 1,1 bilhão com pagamento até o final de 2019.

O dinheiro servirá também para a reestruturação da empresa nos próximos meses, sem necessitar da recuperação judicial. A Avianca Brasil planeja renegociar as suas dívidas vencidas, e possibilitar uma melhor condição de operar nos próximos meses.

A atual crise financeira da Avianca levou ao bloqueio de 13 aviões novos da companhia por duas empresas de leasing operacional. Por determinação da justiça, a Avianca Brasil está no momento sem 12 aviões A320ceo/neo em sua frota, e um A330-200.

A companhia informou que planejava retirar 8 aviões de sua frota desde agosto, mas não citou quais aeronaves seriam retiradas. Duas aeronaves A320neo bloqueadas em um processo da BOC Aviation, lessora do jato, foram entregues no segundo semestre deste ano.

O empréstimo será transferido diretamente para o Synergy Group, que administra a Avianca Brasil, e foi garantido pelas ações do German Efromovich na Avianca Colombia, o dinheiro também poderá ser usado para liquidar outras dívidas.


Via – Reuters