United Airlines Boeing 777 Pratt & Whitney

A United está pronta para retomar operações com aeronaves Boeing 777 equipadas com motores Pratt & Whitney PW4000. A aeronave estava sem voar desde fevereiro de 2021, quando um dos motores explodiu em pleno voo.

A partir do próximo dia 26 de maio, a United retoma as operações com o Boeing 777 com motores PW4000 de forma gradativa. Atualmente a empresa norte-americana conta com 52 aeronaves do tipo.

Apesar da United divulgar a data do retorno do avião as operações, a FAA ainda precisa fazer uma verificação de segurança nos motores Pratt & Whitney antes de realizar qualquer voo.

“Podemos e vamos devolver o 777 ao serviço, mas ainda estamos trabalhando nisso com a FAA, Boeing e Pratt & Whitney… é seguro voltar.” Disse um porta-voz da United.

Para evitar outro problema como este, a FAA determinou que: as empresas instalem uma proteção contra detritos na parte interna do reversor de empuxo, além de inspecionar válvulas de fechamento da bomba hidráulica e modificar a entrada do motor para suportar possíveis falhas nas pás da parte frontal do fan.

Inicialmente a aeronave será escala para fazer voos domésticos, e se tudo ocorrer bem, a United irá ampliar a quantidade de destinos atendidos pelo Boeing 777 com motores PW4000.

O incidente

No dia 13 de fevereiro de 2018, um Boeing 777-200 da United Airlines de matrícula N773UA realizava o voo UA1175, de São Francisco para Honolulu. A bordo estavam 363 passageiros mais a tripulação composta por 10 pessoas. 

O Boeing 777 sobrevoava o Oceano Pacifico a uma altitude de 36 mil pés (FL360), se aproximando de Honolulu as carenagens externas no motor direito se partiram e se soltaram. Alguns passageiros relataram um grande estouro, e os pilotos seguiram para Honolulu. 

Cerca de 45 minutos depois da explosão no motor direito, mesmo com muita vibração a bordo, a aeronave pousou com segurança na pista 08R. O motor era um Pratt & Whitney PW4077.

As analises iniciais indicaram que as pás se desprenderam e logo em seguida as carenagens externas do motor PW direito. Um aviso de estol do compressor no motor foi ativado no sistema da aeronave, que teve o motor desligado pelos pilotos, estes decidiram seguir para um pouso em Honolulu, no Havaí.

 

 

 

Com informações da Simple Flying.