Boeing E-4B EUA USAF Avião do Fim do Mundo RIAT 747
Boeing 747-200 conhecido pelo apelido de "Avião do Fim do Mundo" chegou ao show aéreo britânico na sexta-feira (15). Imagem: Dafydd Phillips.

Depois de três anos, o Royal International Air Tattoo (RIAT) está de volta e a edição de 2022 trouxe visitantes ilustres. Dentre eles está um enorme Boeing 747 Jumbo da Força Aérea dos EUA (USAF), mais conhecido por seu infame apelido: Avião do Fim do Mundo. 

Em serviço militar, este 747-200 recebe a designação E-4B Nightwatch. O avião chegou na base de RAF Fairford, no Reino Unido, na sexta-feira (15). E antes de pousar na base britânica, E-4B ainda fez uma bela passagem baixa. Confira!

O E-4B Nightwatch é um posto de comando voador para o presidente dos EUA e seu estado-maior no caso de uma enorme catástrofe ou uma guerra nuclear.

De lá, os líderes norte-americanos podem comandar suas tropas e o enorme arsenal atômico, mesmo com a destruição de estruturas importantes em solo, como o Pentágono e a Casa Branca. Por ser do mesmo modelo e ter inscrições parecidas, o E-4B às vezes pode ser confundido com o VC-25, mais conhecido por Força Aérea Um.

Saiba mais sobre o E-4B e outros Aviões do Fim do Mundo

A presença do E-4B na RIAT 2022 marca a primeira participação desta icônica aeronave em um show aéreo no exterior. Além disso, o ‘747 do Apocalipse’ também representa os 60 anos do Centro Nacional de Operações Aerotransportadas e o 75º aniversário da USAF.

Dessa forma, o Avião do Fim do Mundo é um dos destaques deste tradicional evento aeronáutico, que se encerra neste domingo (17) para, logo em seguida, dar lugar a outro conhecido show aéreo, o de Farnborough, que começa na segunda-feira e se encerra na sexta (22).