Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Foto: James Woodrow/The Aviationist

Um cargueiro C-17 Globemaster III da Força Aérea Real Australiana chamou atenção nesta quinta-feira (23) ao voar baixo sobre o curso do Rio Brisbane, entre os prédios da cidade que leva o mesmo nome, localizada no estado de Queensland, na Austrália. 

O voo se deu por conta dos ensaios para a participação da RAAF no Riverfire Festival, o encerramento do Brisbane Festival, um evento cultural realizado durante três semanas no mês de setembro. Como parte do “grand finale”, a Força Aérea realiza sobrevoos e passagens baixas com aeronaves F/A-18 Super Hornet/EA-18 Growler, BAE Hawk e o próprio C-17, que é destaque pelo seu tamanho, afinal, é um dos dez maiores aviões de transporte militares do mundo. 

O fotógrafo James Woodrow registrou a passagem baixa do quadrimotor. A aeronave de matrícula A41-206, com sede na base aérea de RAAF Amberley, realizou uma série de sobrevoos à baixa altura. Interessante notar que o avião ostenta marcas comemorativas dos 100 anos da Força Aérea Australiana.

Foto: James Woodrow/The Aviationist
Foto: James Woodrow/The Aviationist

Uma das passagens mais famosas ocorreu em 2018 e viralizou na internet ao ser gravada de um prédio. Ao mesmo tempo em que muitos “vibraram” com a demonstração da RAAF, críticas também não faltaram, com direito à comparações com os atentados de 11 de setembro, como destaca o portal The Aviationist.

Atualmente a RAAF possui oito C-17A em serviço, adquiridos entre 2006 e 2015 e operados pelo esquadrão No. 36, uma unidade que foi originalmente formada na Segunda Guerra Mundial e empregou uma série de aeronaves de transporte desde então. Na última quarta-feira (15), o primeiro voo do C-17 completou exatamente 30 anos. 

DEIXE UMA RESPOSTA