Desde sexta-feira (29) circulam nas redes sociais as primeiras imagens do Shenyang J-35, o primeiro caça naval de 5ª Geração produzido pela China. As imagens surgiram na mesma semana em que o primeiro J-20 biplace também foi registrado. 

O caça foi registrado em voo durante o circuito de aproximação, acompanhando por um J-16/Su-30. A aeronave ostenta uma pintura anticorrosiva (primer) verde e pode ser identificada como sendo uma aeronave naval através do seu trem de pouso frontal, onde pode ser vista a barra de lançamento que se acopla à catapulta do porta-aviões. Também é possível ver a linha onde as asas se dobram para aumentar o espaço no deque das embarcações.

A barra de lançamento indica que o J-35 será operado a partir do porta-aviões Type 003, o primeiro cujo desenho foi desenvolvido na China e que possui catapulta. A embarcação segue em fabricação e será equipado com uma catapulta eletromagnética (EMALS), similar à encontrada nos porta-aviões americanos da Classe Gerald Ford.

Os atuais porta-aviões da China, Type 001 Liaoning e Type 002 Shandong, usam o mesmo design da antiga União Soviética, onde as aeronaves decolam através da rampa chamada de ski-jump. Apesar de ser mais barata que as catapultas, a rampa limita o peso das aeronaves, implicando na quantidade de combustível e armamento com que os caças podem decolar.

Esta é a a terceira evolução do design do FC-31 (inicialmente chamado de J-31), o segundo caça stealth da China, cujo primeiro protótipo voou em outubro de 2012. Esse primeiro protótipo também tinha um design que lembrava muito o F-22 e o F-35, algo que foi modificado na segunda versão, que fez seu primeiro voo em dezembro de 2016.

j-31 FC-31
O então J-31 durante sua primeira aparição pública em 2014. Fica clara a semelhança com o F-22 e F-35. Foto: WC.

Além de ter um desenho mais limpo, com estabilizadores verticais mais curtos, a aeronave também recebeu motores nacionais: saíram os Klimov RD-93 de origem russa (versão aprimorada do RD-33 usado pelo MiG-29) e entraram os Guizhou WS-13E Taishan produzidos localmente.

fc-31
FC-31 em sua configuração mais recente.

As imagens do caça também surgiram exatamente um mês depois que o projetista-chefe do J-15 Flying Shark afirmou que a China iria apresentar seu novo caça embarcado ainda em 2021. “Quando a aeronave estiver pronta, as pessoas poderão vê-la”, disse Sun Cong à repórteres durante o Airshow China. “Este ano, as pessoas devem ser capazes de ver boas notícias sobre o jato de combate de próxima geração baseado em porta-aviões.”

Segundo o portal de notícias estatal Global Times, Sun também é projetista-chefe do Shenyang FC-31, que já era sugerido como o novo caça naval da China há alguns anos. Atualmente, os porta-aviões de Pequim carregam o Shenyng J-15, a versão chinesa do Sukhoi Su-33 Flanker-D. A aeronave foi desenvolvida a partir de um dos protótipos do Su-33, adquirido junto à Ucrânia.

FC-31
Artwork de um FC-31 naval pousando em um porta-aviões. Arte: Jeff Holy.

O Liaoning, primeiro porta-aviões chinês, também veio de lá: o atual CV-16 nasceu como Riga, um navio da Classe Kunztesov da URSS, mais tarde rebatizado como Varyag. Com o fim do Bloco Comunista, a construção do navio foi interrompida, com os chineses adquirindo-o no final da década de 1990. 

Uma nova imagem de uma aeronave naval chinesa também foi publicada nas redes sociais na sexta-feira. Trata-se do Xian KJ-600, uma aeronave de alerta antecipado e controle (popularmente chamado de avião-radar), que deverá apoiar estrategicamente os caças embarcados. Todavia, as semelhanças com o E-2 Hawkeye dos Estados Unidos são mais do que claras. O KJ-600 também deverá operar a partir do Type 003.

O J-35 e o KJ-600 estão em fases iniciais de desenvolvimento, especialmente o caça (outras imagens do KJ-600 já circulam há mais tempo). A China não se pronunciou oficialmente nem sobre o novo jato de combate ou o J-20S de dois assentos flagrado na quarta-feira. De qualquer forma, o surgimento das novas imagens é mais um capítulo da expansão tecnológica de Pequim na aviação militar. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA