Novamente houve um episódio envolvendo aeronaves russas em sobrevoo próximos a navio de forças de outros países. No último dia 16, dois Sukhois SU-24M voaram próximo à fragata da Marinha Holandesa de defesa aérea HNLMS Evertsen, que estão participando do esquadrão da OTAN em conjunto ao Grupo NATO 1, no mar Báltico.

Segundo autoridades holandesa os dois jatos russos voaram a cerca de 200 metros da fragata holandesa, apesar de estarem baixo não representaram risco para a mesma. Porém os SU-24M foram perseguido por dois caças JAS 39 Gripen da força aérea sueca que estavam na posição de alerta rápido da Força Aérea Sueca, mas não houve investidas mais agressivas, apenas perseguição. Nas imagens divulgas pelo Ministério da Defesa Holandês percebe-se como os dois jatos Sukhoi SU-24M passaram próximo da embarcação da Marinha Holandesa.

Perseguição dos JAS 39 aos SU-24M

Não é a primeira vez que aeronaves militares russas fazem rasantes em navio de marinha de outros países e em especial a de países que fazem parte da OTAN, no ano de 2016 um caso famoso foi o sobrevoo próximo do destróier americano USS Donald Cook, na ocasião foram os jatos russos foram o SU-24MR. Dois anos antes em 2014 uma fragata canadense recebeu o rasante das aeronaves da Marinha Russa.

O Sukhoi SU-24 é um dos poucos caças que tem a asa de geometria variável, o projeto inicial é de 1974, porém a versão SU-24M que é mais modernizada foi lança três anos mais tarde. Outra característica do caça é ser bimotor, e biplace com assentos lado-a lado.

Hoje a marinha russa conta com cerca de 90 aviões SU-24M, um número maior de aeronaves maior do que a Força Aérea Russa. As principais características de combate é a possibilidade de lançamento de vários mísseis inclindo anti-navios. Existe também SU-24 adaptados para a guerra eletrônica.

Sukhoi SU-24M da Marinha Russa

 

Confira no vídeo abaixo o sobrevoo dos SU-24M, vídeo by. Marineschepen

COMPARTILHAR