As reservas de combustível no Aeroporto de Brasília seguem escassas e o contingenciamento do Querosene de Aviação (QAV) no Terminal aéreo é mantido.

Apesar da limitação no reabastecimento, ainda não há prejuízo às operações aéreas. Em conjunto com companhias aéreas e empresas de combustível decidiu-se que somente pousarão no Aeroporto de Brasília aeronaves com capacidade para decolar sem a necessidade de abastecimento no Terminal brasiliense.

As medidas de racionamento garantiram as operações mesmo diante do cenário de redução da oferta do QAV. Com isso, o Aeroporto de Brasília segue operacional, sem cancelamentos causados pela baixa disponibilidade do insumo, ontem (23/05) o aeroporto correu risco de ficar sem o combustível JET A-1.

LINHA DO TEMPO

Data

Horário

Situação do Combustível


Medidas

Impactos

21/5

(2ª feira)

12h00

Disponível

Atenção

Nenhum impacto operacional

22/5

(3ª feira)

15h00

Reservas garantidas até as 20h do dia 22

   Racionamento

Nenhum impacto operacional

22/5

(3ª feira)

19h00

Chegada de 4 caminhões de combustível (60.000 L cada) e reservas garantidas até as 18h do dia 23

   Racionamento

Nenhum impacto operacional

23/5

(4ª feira)

11h00

Reservas garantidas até as 18h

   Racionamento

Nenhum impacto operacional

23/5

(4ª feira)

17h30

Chegada de 5 caminhões de combustível (45.000 L cada) e reservas garantidas até o dia seguinte.

   Racionamento*

Nenhum impacto operacional

24/5

(5ª feira)

11h

Reservas garantidas até as 17h.

(Estoque de 330 mil litros de QAV)

   Racionamento*

Nenhum impacto operacional

 

*A Inframerica reuniu-se com as companhias aéreas e as empresas de combustível para iniciar o racionamento.

A frota de caminhões que traz o Querosene de Aviação (QAV) para o Aeroporto continua retida no Entorno do DF por conta do protesto dos caminhoneiros que ocorre em âmbito nacional.

Nos últimos dois dias, apenas nove caminhões chegaram ao Aeroporto sob escolta policial. Diariamente, o Terminal recebe uma média de 20 destes veículos.

É fundamental a liberação dos caminhões bloqueados para normalizar o atendimento e as operações no aeródromo.

A Inframerica orientou os passageiros buscarem as companhias aéreas para mais informações sobre a situação de seus voos.

Como precaução, a concessionária do Aeroporto adequou uma nova área com capacidade para receber confortavelmente até 180 passageiros em casos de atrasos ou cancelamentos de voos. Além disso, o Terminal dispõe de quatro salas VIP que atendem as companhias aéreas em eventualidades em voos.

O Aeroporto de Brasília é o 3º mais movimentado e um dos maiores centros de conexão do país.