Aeroporto de Maceió
Foto - Reprodução

Alagoas registrou um aumento de 14,77% no fluxo de passageiros no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Maceio, em janeiro de 2022, quando comparado ao mesmo período do ano passado. Os dados são da AENA no Brasil, administradora do aeroporto.

No total, mais de 252 mil pessoas passaram pelo Aeroporto Zumbi dos Palmares no mês de janeiro, cerca de 32,5 mil pessoas a mais do que em janeiro de 2021.

Os indicadores também mostram que a malha aérea, que conta atualmente com 31 voos diários ligando Alagoas a outros aeroportos do país, vem se recuperando desde o ano passado, e mantendo um alto nível de chegadas e partidas.

De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcius Beltrão, a tendência de crescimento no fluxo de turistas em Alagoas deve ser constante nos próximos meses.

“Em virtude de todas as estratégias promocionais traçadas e executadas pelo Governo de Alagoas, em parceria com o trade turístico alagoano, o estado é atualmente um dos principais destinos turísticos do país. Além disso, a Sedetur/AL mantém um diálogo contínuo com as companhias aéreas, reforçando acordos de concessão de incentivos e, consequentemente, garantindo novos voos para o Estado e um maior fluxo de passageiros”, explica o secretário.

 

Retomada Segura

A retomada segura e gradual do turismo em Alagoas conta com o selo Safe Travels da WTTC (World Travel & Tourism Council), entidade de turismo internacional que reconhece destinos ao redor do mundo que tenham implementado protocolos sanitários em padrão mundial.

No total, onze municípios alagoanos já foram contemplados com a certificação internacional – Pilar, Penedo, Maragogi, Porto de Pedras, Piranhas, Japaratinga, Delmiro Gouveia, Marechal Deodoro, Roteiro, Passo de Camaragibe e Maceió.

O estado também registra cerca de 2.002 empreendimentos turísticos com o selo do Turismo Responsável do Ministério do Turismo, ocupando o primeiro lugar do Nordeste em emissão de selos.

As duas certificações levam em consideração a prática de condutas que tragam segurança para turistas, trabalhadores e moradores das regiões turísticas.

 

Via: Governo de Alagoas