A Airbus anunciou hoje (13), durante um resultado de dados financeiros de 2019, que reduzirá a produção da sua linha de aviões do modelo A330 para 40 aeronaves este ano, porém, manterá a produção mensal do A350 entre nove e 10 aeronaves.

A decisão é uma conseqüência da “demanda geral dos clientes” no setor de corredor duplo, disse a empresa, justificando a decisão de cortar a produção.

Além da Airbus, a Boeing também diminuiu a produção do concorrente do A330neo, o 787 Dreamliner, como resultado da diminuição das encomendas para esse tipo de aeronave.

A Airbus entregou 53 aviões A330 no ano passado, incluindo 41 do novo modelo A330neo. Cerca de 331 aviões A330neo já foram encomendados, e 45 já foram entregues.

 

DEIXE UMA RESPOSTA