Azul anuncia venda de sua participação acionária na TAP ao governo português

(Imagem Ilustrativa)

A Azul S.A. anunciou na manhã de hoje (03/07) ter alcançado um acordo com o Governo Português para permitir uma injeção de capital vital na TAP SGPS (“TAP”).

O acordo consiste na venda da participação indireta da Azul na TAP de 6%, por aproximadamente R$ 65 milhões, e na eliminação do direito de conversão dos bônus seniores detidos pela Companhia de € 90 milhões com vencimento em 2026.

Além disso, todas as demais condições contratuais dos bônus seniores serão mantidas, incluindo o status de credor sênior, taxa de juro anual de 7,5% e o direito à constituição das garantias previstas nos respetivos termos e condições, como o programa de fidelidade da TAP.

O valor de face mais juros acumulados do título é de aproximadamente R$680 milhões. A transação permanece sujeita às aprovações corporativas exigidas pela Azul, inclusive dos acionistas em assembleia geral extraordinária.

Esta venda faz parte do processo de estatização da TAP, que foi comandada pelo capital privado por aproximadamente cinco anos. Durante este período a TAP encarou uma renovação total da sua frota, e uma reformulação nos seus serviços, isto catapultou a companhia para um rápido crescimento.

“Como muitas outras companhias aéreas em todo o mundo, a TAP foi severamente impactada pela crise da pandemia de Covid-19. Com a ajuda fornecida pelo governo português, seremos capazes de garantir a continuação da TAP, e também manter a integridade de nosso investimento”, disse John Rodgerson, CEO da Azul.

 

DEIXE UMA RESPOSTA