Azul aumenta frequência de voos regulares de Congonhas (SP) para Rio, BH e Recife

Durante obras na pista principal do terminal da capital de São Paulo, Azul foi a única a servir o cliente paulistano com oito voos diários para três destinos.

Após a finalização da obra de recuperação do pavimento asfáltico na pista principal de Congonhas, a Azul retoma as operações regulares no aeroporto com as aeronaves modelo Embraer E195 E1 e A320neo.

A Azul terá oito voos diários no terminal paulista, sendo quatro operações por dia para o Rio de Janeiro, três para Belo Horizonte e uma para o Recife.

Seguindo todas as medidas de higiene e segurança adotadas desde o início da pandemia, as novas operações já têm passagens à venda nos canais oficiais da empresa.

Para o Rio e BH, a empresa vai operar com o E195 E1, com capacidade para até 118 passageiros. Já a rota para o Recife, segundo principal centro de conexões da Azul no Brasil, será operada com o A320, com capacidade para até 174 passageiros, retomando suas operações com jatos comerciais no terminal paulista.

Mesmo durante as obras na pista principal, a Azul não deixou de operar em Congonhas e manteve 14 voos diários, na pista auxiliar do aeroporto, para Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba.

Na foto, um ATR 72 da Azul operando em Congonhas no último mês de agosto, durante as obras.

Os voos com as aeronaves turboélice ATR 72-600, com capacidade para até 70 passageiros, permitiram a Azul continuar atendendo a necessidade de deslocamento dos clientes da principal capital do país.


A Azul espera operar cerca de 400 voos diários nos dias de maior pico em setembro. Em agosto a aérea já estava mostrando uma rápida recuperação, ao operar  uma média de 305 voos por dia.

 

DEIXE UMA RESPOSTA