A alta temporada de julho foi bastante movimentada e desafiadora para a Azul.

Durante o período, 1200 voos extras foram adicionados à malha aérea já existente da companhia, que também criou de dez novos mercados (rotas) para proporcionar aos clientes ainda mais conveniência e comodidade em suas viagens.

Ao todo, foram realizadas aproximadamente 24 mil operações, movimentando mais de dois milhões de clientes pelo Brasil e exterior.

Além dos principais centros de conexão da Azul, localizados em Campinas, Confins e Recife, os aeroportos de Salvador, Porto Seguro, São Luis e João Pessoa contaram com a presença de mais aeronaves da companhia ao longo do inverno. Porto Alegre e Curitiba completaram essa lista.

As mudanças na malha da empresa neste período do ano também serão realizadas para diminuir os impactos operacionais gerados pelas condições meteorológicas adversas em determinadas cidades do país.

Em julho, a Azul iniciou aos voos inéditos ligando as cidades de Curitiba e Manaus ao Recife.

Mesmo com o acréscimo de voos à malha e com as tradicionais mudanças meteorológicas nesse período, a companhia conseguiu manter sua liderança na pontualidade durante o acumulado de 2018.