Boeing 787 United Airlines
Foto - Boeing/Divulgação

A United Airlines recebeu nesta última sexta-feira (26/03) um novíssimo Boeing 787 Dreamliner, marcando a retomada das entregas deste modelo de aeronave pela fabricante norte-americana.

A aeronave de matrícula N29985 foi uma das quatro inspecionadas pela FAA para autorizar o retorno das entregas. Este 787 foi fabricado em outubro de 2020, porém, a entrega que deveria ocorrer em algumas semanas foi adiada devido aos problemas de produção deste modelo.

Neste período a Boeing precisou resolver diversos problemas nos aviões recém-produzidos, e aprimorar o seu processo de controle de qualidade. Ao mesmo tempo, a produção do 787 foi fechada em Everett, Seattle, para concentrar o controle em North Charleston.

“Retomamos as entregas de 787, após vários meses de análise de engenharia e trabalho de inspeção”, disse a porta-voz da Boeing, Jessica Kowal, por e-mail.

São cerca de 80 aviões 787 Dreamliner que foram fabricados e ainda precisam de uma inspeção da FAA para a entrega ocorrer. A Boeing estima que nos próximos meses conseguirá ter uma maior taxa de entrega de aeronaves 787, devido a esse estoque.

Cada inspeção custa dezenas de milhões de dólares por aeronave, resultando em um prejuízo para a Boeing na casa dos bilhões de dólares. 

Esse problema afetou bastante os dados apresentados pela Boeing ao longo de 2020, incluindo o prejuízo financeiro, amplificado pela pandemia e pela crise com o 737 MAX que só foi resolvida em novembro.