A Inframerica, responsável pela administração do Aeroporto de Brasília e Natal, divulgou uma boa notícia para os seus terminais.

Somente no mês passado (julho), que foi bastante movimentado por vários voos extras, a companhia registrou uma alta de 10% no número de passageiros nos seus terminais. Ao todo o Aeroporto de Brasília teve alta de 10,7%, sendo o destaque da concessionária em comparação com o mesmo período do ano passado.

Os dois terminais movimentaram 1,95 milhão de pessoas nesse período, e no ano os dois já movimentaram 11,77 milhões, um crescimento de 6,4% nos últimos sete meses. Só Brasília registrou um movimento de 1,703 milhão de passageiros no mês, se aproximando do recorde que teve em 2015, de 1,915 milhão de usuários.

O mês de julho de 2018 registrou também a melhor marca na operação de aeronaves no terminal da Capital Federal, contabilizando 13.814 pousos e decolagens, aumento de cerca de 10% em relação ao mesmo período de 2017. A quantidade de conexões se mantém estável com 42%, e o Aeroporto de Brasília permanece com um dos maiores centros de conexão do país.

 

Crescimento

Foto – Aeroporto de Brasília/Inframerica

A tendência de crescimento igualmente se verifica quando são comparados os números do acumulado de 2018 com os sete primeiros meses de 2017. De janeiro a julho deste ano, o Aeroporto registrou 10,102 milhões de passageiros, aumento de 5,7% em relação ao ano passado e a movimentação de passageiros para o exterior cresceu 9% neste período.

A expectativa é de crescimento também no segundo semestre, principalmente na área internacional com o início dos voos diários da GOL diretos para Miami e Orlando em novembro, oferta estimulada pela redução da alíquota do ICMS sobre o Querosene de Aviação.

“A redução do imposto para o combustível de aviação, promovida pelo Governo do Distrito Federal, trouxe mais oportunidades para a atração de novos voos a partir de Brasília”, explica Roberto Luiz, gerente de negócios aéreos da Inframerica, que espera que o terminal movimente até o final deste ano em torno de 18 milhões de passageiros.

A retomada do crescimento levou ao aumento de investimentos e mais conforto para os usuários.

“Estamos finalizando a obra de mais uma ponte de embarque e, em breve, os passageiros terão acesso a novas facilidades que devem agilizar os check-ins e os embarques”, explica Roberto. Além disso, o terminal iniciou obras de ampliação da área internacional justamente por conta do aumento esperado de operações com destino ao exterior.

 

 

Carga

Outro movimento que vem impressionando neste ano é o de cargas. As importações cresceram 32% no primeiro semestre deste ano.

“O perfil do nosso terminal de cargas é de importação de produtos farmacêuticos, que após a nacionalização são distribuídas para o mercado interno”, conta o gerente. Entre as novidades nas operações cargueiras do Aeroporto está a aeronave B747-8F, com capacidade para 140 toneladas. A previsão é de 22 operações do cargueiro até o final do ano para a capital federal.

A LATAM realiza também voo semanal regular que trazem medicamentos e insumos para fabricação de genéricos destinados ao estado de Goiás, grande polo farmacêutico do centro-oeste.