Visão do caça F-16 de dois SU-24

No último dia 17 de abril, caças F-16 da força aérea da Bélgica interceptaram caças da força aérea da Rússia sobre a região do Mar Báltico. A notícia foi divulgada no início desta semana. No vídeo feito pelo Comando Aérea Aliando (OTAN), mostra os caças belgas se aproximando de caças SU-24, SU-27 e SU-30SM e com aeronaves de transporte AN-26, TU-134.

Os caças belgas estão em uma missão de policiamento aéreo na região da Lituânia, quando foram direcionados para interceptar o grupo de aeronaves russas que estavam em espaço aéreo internacional e sobrevoando o USS Donald Cook, um destroier da 6ª Frota da Marinha dos EUA.

“O F-16 belga realizou uma interceptação profissional e saiu de cena, demonstrando que a Otan continua pronta, vigilante e preparada para responder a qualquer ameaça em potencial”, disse o Comando Aéreo Aliado

Na investida dos caças belgas foi possível ver que aparentemente os caças SU-24 armados com mísseis ar-superfície Kh-25M (AS-10 KAREN). O armamento a laser tem a função ar-superfície e é um dos mais usados no arsenal russo.

Essas interceptações acontecem com uma certa frequência. Na semana passada, caças F-16 da Noruega interceptaram aeronaves russas, em outra ocasião recente um caça SU-35 russo intercepta uma P-8 Poseidon da USAF.

 

DEIXE UMA RESPOSTA