Cápsula da SpaceX Crew Dragon Resilience- Foto: Print do vídeo da NASA

A cápsula Crew Dragon Resilience da SpaceX atracou nessa madrugada na ISS (Estação Espacial Internacional) com quatro astronautas. A acoplagem aconteceu 27 horas após o lançamento da Resilience, a partir do Cabo Canaveral, Flórida.

Por volta das 01:00 da manhã desta terça-feira (17/11) a Resilience fazia seu acoplamento automático na ISS. Tanto os astronautas quanto os técnicos da SpaceX e da NASA na Terra acompanharam a operação.

View this post on Instagram

A post shared by SpaceX (@spacex)

Após a espera da equalização de pressão entre a cápula e a ISS, os astronautas da NASA Michael Hopkins, Victor Glover, Shannon Walker e o astronauta da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA) Soichi Noguchi, entraram na ISS.

Ao entrar na estação espacial foram recebidos pela astronauta Kate Rubens e pelos cosmonautas russos, Sergey Ryzhikov e Sergey Kud-Sverchkov. Os três chegaram na estação espacial no mês de outubro.

Vídeo:

Tour na Crew Dragon Resilience, visão da Terra, acoplamento e entrada dos astronautas na ISS:

 


Depois que todos chegaram houve uma pequena cerimônia de boas-vindas aos novos membros da estação.

Os sete tripulantes da ISS vão passar seis meses no espaço e durante esse tempo vão realizar diversos experimentos científicos e algumas caminhas espaciais, sendo que uma vai acontecer amanhã com os cosmonautas russos Sergey Ryzhikov e Sergey Kud-Sverchkov.

A missão Crew-1 é histórica, pois trata-se da primeira missão operacional da SpaceX que tem um longo contrato com a NASA.

A próxima missão tripulada da SpaceX levando outros quatro astronautas para a ISS está prevista para acontecer no verão de 2021.

Membros da tripulação do SpaceX Crew-1 da NASA- Foto/Divulgação: NASA

Agora os EUA voltam a ter independência nos lançamentos de seus astronautas em solo norte-americano, sem mais depender dos russos para isso, algo que acontecia desde 2011 com a aposentadoria dos Space Shuttles.

A espaçonave Crew Dragon que tem capacidade para até sete astronautas. A empresa privada espacial já fez outras missões testes com a Dragon, sendo um deles ocorrido no começo do ano levado ao espaço dois astronautas da NASA.

Astronautas do Programa de Tripulação Comercial da NASA- Foto: NASA

No entanto, a SpaceX não está sozinha a missão de enviar astronautas da NASA ao espaço. A Boeing também vai lançar missões tripuladas, mas está atrasada nos testes com sua nave Starliner, visto que em dezembro de 2019 não concluiu sua chegada na ISS uma missão teste não tripulada.

A previsão é que a Boeing faça novos testes com a Starliner no ano que vem para ganhar a certificação da NASA.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA