Devido aos frequentes problemas com o Sukhoi SSJ100, a Interjet já pensa em substituir esses aviões pelos novos A320neo da Airbus que vão chegar a partir de 2019.

Essa decisão apareceu depois da companhia enfrentar até mesmo uma estocagem forçada de aeronaves SSJ100, que não podiam voar por problemas mecânicos não solucionados, devido à falta de peças de reposição. Nesta condição a empresa canibalizou quatro aeronaves, com finalidade de retirar peças para manter os outros aviões em serviço.

Logicamente, sem sua frota completa, a companhia precisou cancelar voos e utilizar mais outras aeronaves, aumentando o custo geral de operação. A paralisação de parte da frota em 2015 também influenciou essa decisão da companhia.

Airbus A320neo da Interjet.

Agora a Interjet vai possivelmente colocar os aviões à venda, que são relativamente novos, fabricados a partir de 2013.

Dessa forma a companhia estaria praticamente declarando que planeja substituir os SSJ100, que atualmente são 22 deles na frota. A Interjet também pode cancelar a suas encomendas para o SSJ100, caso decida pela retirada dessas aeronaves da sua frota.