A Praça da Colônia Álvaro Obregón, em Iztapalapa (México), deixou de ser outro daqueles lugares que os vizinhos evitavam e se tornou a primeira das utopias que a prefeita Clara Brugada planejou para o seu mandato.

A praça ganhou uma biblioteca para crianças e adolescentes, mas não é qualquer biblioteca, é uma que foi construída utilizando um Boeing 737-200 que parou de funcionar em 2009 e estava no cemitério de aviões do Aeroporto Internacional da Cidade do México.

Ex-membros da extinta Mexicana de Aviación recuperaram este avião abandonado para servir como biblioteca, adaptando todo o seu interior para retirar as fileiras de assentos, trocando tudo por um conjunto de computadores e uma mini-biblioteca onde as crianças podem ir fazer a lição de casa.

O projeto se chama Volando a la Utopía e faz parte de um programa para criar mais áreas verdes em Iztapalapa e espaços culturais para que os vizinhos possam viver juntos em paz. 

Como a praça Álvaro Obregón , a maioria das áreas resgatadas eram locais que os moradores de Iztapalapa evitavam por causa da insegurança. 

Marcos Gerardo López, mecânico de aviação aposentado, é responsável pela cabine do avião. Existe um simulador de voo onde as crianças podem ir depois de coletar 10 visitas à biblioteca dentro do avião.

O exterior também está equipado com vários locais para a realização de oficinas, como jogos de xadrez, espaço para contar histórias, zumba, e no interior informática para adultos.


 

Via – Soy Bibliotecario

 

DEIXE UMA RESPOSTA