EasyJet Airbus A320neo
Foto: Divulgação

A companhia aérea de baixo custo EasyJet, anunciou hoje (21) que vai ampliar seu pedido para aeronaves Airbus A320neo e também para a variante maior A321neo.

O acordo original foi assinado em 2013, que deu a empresa opções de compra para a entrega dessas aeronaves. Agora a EasyJet fez valer a sua opção de compra e também aproveitou para ampliar o número de aeronaves que serão entregues nos próximos anos.

Com o acordo firmado com a Airbus, a empresa do Reino Unido disse que um pedido maior tanto para o A320neo como para o A321neo seriam para garantir que no futuro todas as aeronaves mais antigas seriam substituídas.

O valor total do negócio foi avaliado em US$ 6,5 bilhões, segundo a EasyJet o valor foi relativamente menor em razão do acordo firmado em 2013. 

“Dadas as restrições nos slots de entrega da Airbus, caso a Compra Proposta não continue, a easyJet não teria um fornecimento seguro de aeronaves entre o ano fiscal de 2026 e o ​​ano fiscal de 2029 e, portanto, precisaria diminuir o tamanho da frota ou obter aeronaves alternativas de nova geração com custos de propriedade mais altos”, disse a EasyJet.

A companhia aérea de baixo custo elevou em mais 56 aeronaves para o modelo A320neo e mais 18 para o A321neo. Além de substituir sua frota por aviões mais novos e eficientes, também será ampliada de forma gradativa a sua oferta de assentos e sua capacidade operacional.

Com as partes já em acordo agora restam os acionistas da EasyJet aprovarem a compra dos novos aviões. A companhia destacou que serão utilizados recursos internos como o caixa da empresa, bem como acordos de leaseback de aeronaves.

Recentemente a empresa realizou venda de ações avaliadas em US$ 1,5 bilhão para conseguir pagar dívidas e realizar investimentos para o futuro. 

 

 

Com informações da Simple Flying.