Embraer vai negociar Layoff e redução de salários com sindicato

Embraer
Foto - Embraer

A Embraer e Yaborã apresentaram, nesta quarta-feira (1º), ao Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, uma proposta para adoção de layoff e redução de salário em suas unidades locais.  

Esta foi a segunda rodada de negociação para discussão sobre o regime que será aplicado aos trabalhadores após as férias coletivas, que começaram hoje e terminam dia 9. 

A Embraer e Yaborã propõem layoff para uma parte dos trabalhadores. Para quem ficar na fábrica ou trabalhar em regime de home office, a proposta é redução da jornada com redução de salário.

A medida atingiria as fábricas da Embraer, Yaborã e Eleb (produção de trens de pouso).  As negociações entre empresas e Sindicato continuam nesta sexta-feira (3).  

A Yaborã foi criada como empresa de transição até que a venda da Embraer para a Boeing seja concluída.  

O Sindicato já se posicionou contrário à proposta de redução de salário e reivindica licença remunerada e manutenção de direitos e salários para este período de crise do coronavírus.

O tema será discutido pelo Sindicato com os trabalhadores da Embraer, nesta quinta-feira (2), em transmissão ao vivo, às 14h, pelo Facebook.


Em nota a Embraer disse: “A empresa informa que está analisando a situação junto com os governos e sindicatos locais, para tomar a decisão mais adequada para proteger os colaboradores do contágio pelo coronavírus e, ao mesmo tempo, manter operações críticas para atender as necessidades essenciais dos clientes e da população, de forma que se tenha o menor impacto possível para todos”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA