Emirates e Etihad estendem cortes de salário em 50% até setembro

Foto - Divulgação

A Emirates estendeu cortes de salário em 50% até setembro, enquanto a companhia aérea de Dubai intensifica as medidas para economizar dinheiro, de acordo com um memorando interno.

A redução salarial básica, que entrou em vigor em 1º de abril, será aplicada a todos os funcionários nas séries 4 e acima, informou a companhia aérea em um e-mail interno visualizado pela Bloomberg.

Da mesma forma, a Etihad Airways, de Abu Dhabi, estendeu seus cortes salariais até setembro, com uma redução de 25% para funcionários juniores e tripulação de cabine e 50% para funcionários no nível de gerente e acima, disse um representante da companhia em um e-mail.

Subsídios de moradia e outros benefícios não identificados continuam sendo pagos, de acordo com o comunicado.

O Grupo Emirates disse na semana passada que será forçado a cortar empregos para reduzir custos após a pandemia de coronavírus no solo.

O grupo pode reduzir o número de funcionários em cerca de 30% em relação aos 105000 atuais, disseram pessoas familiarizadas com o assunto no mês passado.

 

Via – Bloomberg


DEIXE UMA RESPOSTA