Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Apesar da Orbital/WFS ter aberto 1500 novas vagas para assumir as operações da LATAM nos aeroportos de Guarulhos, em São Paulo, e Galeão, no Rio de Janeiro, a empresa não poderá contratar os 1300 funcionários demitidos pela companhia aérea.

Isso é causado pela lei trabalhista em vigor, que proíbe a contratação para exercer a mesma função, sem antes passar 18 meses desde a data da demissão.

Esse movimento impede que uma empresa substitua sua força de trabalho, de contratação própria, e recontrate esses mesmos funcionários para trabalhar nessa empresa, só que com outro CNPJ e outros salários.

Os trabalhadores demitidos pela companhia eram dos setores de rampa e limpeza (ground handling), de gestão de equipamentos de solo (exceto aeronaves), e de atendimento a clientes com bagagens perdidas ou danificadas (lost luggage). Cerca de 1000 trabalhadores afetados estão baseados no Aeroporto de Guarulhos, e 350 no Galeão.

Já a Orbital/WFS está focada no treinamento dos novos funcionários, que serão implementados na rede da LATAM a partir de setembro. A empresa oferece serviços como movimentação de aeronaves, carregamento e descarregamento de aeronaves, movimentação de carga, serviços de segurança, atendimento ao passageiro, manutenção de equipamentos, treinamento e atendimento técnico.

DEIXE UMA RESPOSTA