• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

F-15EX testa disparo de mísseis AIM-9 e AIM-120 a partir de novas estações de armas

Míssil AIM-120 AMRAAM é disparado da Estação 1 de um F-15EX Eagle II. Foto: USAF.
Míssil AIM-120 AMRAAM é disparado da Estação 1 de um F-15EX Eagle II. Foto: USAF.

A Força Aérea dos EUA (USAF) segue testando e certificando as capacidades de seu mais novo caça, o F-15EX Eagle II. Em novembro a organização certificou o uso de mísseis a partir das novas estações de armas do jato, chamadas de 1 e 9. 

O teste ocorreu em 29/11 na costa da Flórida, dentro da área do Complexo de Treinamento de Eglin e envolveu aviadores da 96ª Ala de Testes. Eles dispararam duas armas: o míssil de curto alcance AIM-9X Sidewinder da estação 9 e o míssil AIM-120 AMRAAM de médio-longo alcance, orientado por radar, a partir da estação 1. 

“Estou muito orgulhoso de fazer parte deste marco para o programa F-15EX para fornecer maior capacidade de carga útil às forças aéreas de combate”, disse o major Jeremy Schnurbusch, piloto do 40º Esquadrão de Teste, que disparou o míssil AIM-9X.

Um F-15SA com 12 mísseis AIM-120 AMRAAM durante testes nos EUA em 2018. Foto: Christopher McGreevy via The War Zone.

Um F-15SA com 12 mísseis AIM-120 AMRAAM durante testes nos EUA em 2018. Foto: Christopher McGreevy via The War Zone.

Conduzido pela Força de Teste Combinada do Programa de Voo Operacional, este foi o primeiro ensaio buscando o uso eficaz e seguro das novas estações de armas do F-15. O emprego bem-sucedido dessas armas é um passo importante na demonstração da capacidade do Eagle II de transportar até de 12 mísseis ar-ar. 

Dentro das várias novidades do F-15EX, o avião também pode carregar quatro mísseis a mais que as versões anteriores do F-15 através das novas estações de armas, instaladas nas pontas das asas. O F-15EX possui, ao todo, 23 pontos duros: 12 nos tanques conformais, 10 nas asas e 1 na fuselagem, contra 17 do F-15E Strike Eagle. 

Com esse sucesso, esses lançamentos de mísseis impulsionaram o desenvolvimento integrado da aeronave e os testes operacionais em Eglin, onde o F-15EX disparou seu primeiro míssil há apenas nove meses. 

F-15EX EUA USAF

F-15EX Eagle II. Foto: Ethan Wagner/USAF.

As aeronaves lançaram com sucesso os mísseis em passagens separadas contra um drone alvo. Os lançamentos foram outro marco no programa de teste de desenvolvimento do F-15EX, mas também incorporaram muitos objetivos de teste operacional durante a missão.

“A estratégia de teste integrado foi fundamental para o sucesso de nossos testes, permitindo-nos quebrar o molde dos testes tradicionais, resultando em um produto geral melhor para o combatente em um cronograma mais curto do que uma abordagem tradicional”, disse Colton Myers, gerente de projeto de teste do F-15EX.

Uma vez concluídos os testes iniciais, as unidades operacionais que receberem o novo F-15EX poderão transportar e empregar uma carga total de 12 mísseis na aeronave.

F-15EX EUA

F-15EX Eagle II em voo. Foto: Tech Sgt John McRell/USAF.

Lançado oficialmente em abril de 2021, o F-15EX é a mais nova e letal variante do F-15 Eagle, um caça lendário cuja escore de combate (104 abates para 0 derrotas) é invejável. O modelo, no entanto, já está obsoleto e o corte na produção do F-22 Raptor impediu que o jato de 5ª geração o substituísse completamente. Dessa forma a Força Aérea dos EUA vai adquirir 144 novos caças para substituir os chamados Legacy Eagles. 

Com informações de ACC

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 


Estudante de Jornalismo na UFRGS, spotter e entusiasta de aviação militar.