Doze mil quilos de sulfato de alumínio serão transportados nesta quinta-feira (23/03), de Lima a Tumbes, município no noroeste peruano atingido pelas fortes enchentes no país. Essa é a segunda missão de envio de carga para a cidade, totalizando 24 toneladas. O produto é utilizado para tratamento de água contaminada. Devido às chuvas torrenciais no Peru, mais de 800 municípios declararam estado de emergência. A maioria está sem energia elétrica e água potável.

Desde quarta-feira (21/3), uma aeronave C-130 Hércules está à disposição do governo peruano para transporte de material e moradores. Famílias ilhadas nas três cidades mais afetadas pelos desmoronamentos e alagamentos, Trujillo, Piura e Chiclayo, estão sendo transportadas pela FAB.

“É muito gratificante participar de uma missão como essa, porque vemos o quanto as Forças Armadas são importantes na atuação em catástrofes. Ver nos olhos de cada passageiro o agradecimento deixa toda a tripulação extremamente gratificada pela nossa atuação, de poder ajudar os necessitados”, afirma o Comandante da aeronave, Capitão Gustavo Magaldi.

Foto – Força Aérea Brasileira/Divulgação

Numa rede social, o presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, agradeceu o apoio brasileiro. “Meu agradecimento ao governo do Brasil por nos apoiar com o envio de um avião C-130 Hércules que nos permitirá ampliar as pontes aéreas”, afirma.

Segundo o Adido Aeronáutico no Peru, Coronel Carlos Alberto Tavares Pereira, a cooperação humanitária brasileira é um importante vetor da atuaçãointernacional e o Brasil procura, sempre que pode, prestar assistência humanitária a países afetados por calamidades, epidemias e terremotos. “A realidade hoje no Peru é muito triste. Tivemos uma imensa catástrofe no norte do país, destruição de estradas e pontes. Várias cidades estão totalmente isoladas e povoados inteiros foram destruídos”, justifica o apoio.

 

Veja o vídeo abaixo:

 

Via – Força Aérea Brasileira