Força Aérea da Suécia pretende trocar seus atuais vetores de treinamento básico

Saab 105 / Sk 60 - Foto: Dawid Lech / Shutterstock

A Força Aérea Sueca vai substituir sua atual aeronave que atua nas missões de treinamento básico de pilotos de caça. Antes que os pilotos suecos cheguem ao comando de caças avançados, como os Gripens C/D e futuramente o Gripen E/F, os caçadores passam por uma formação.

Atualmente a aeronave responsável por treinar os futuros pilotos de combates suecos, é o Saab 105 (Sk 60), que atual no treinamento básico e avançado / tático desde 1986. Com tudo o coronel Torgny Falthammar, chefe do programa Gripen, disse que medidas vão ser tomadas para aposentar o avião.

Segundo o coronel o Saab 105 vai ficar na ativa por mais ou menos cinco, antes de ser substituído por um novo vetor aéreo.

Saab 105 / Sk 60 – Foto: Dawid Lech / Shutterstock

“Planejamos continuar usando o Sk 60 por cerca de cinco anos, mas estamos introduzindo uma aeronave a hélice para atender às necessidades básicas de treinamento”, disse ele durante o webcast anual do seminário Gripen da Saab em 27 de março. Entretanto, não foram divulgados detalhes sobre o novo modelo pretendido.

“Ao mesmo tempo [por volta de 2025], estamos analisando uma solução de preenchimento de lacunas, na qual o Sk 60, como instrutor tático avançado, passará a usar a versão [Gripen] Charlie/Delta”, diz Falthammar.

A força aérea sueca opera hoje 46 unidades do Saab 105, estas aeronaves estão com 53 anos de idade. Além da Suécia, só a Áustria opera este avião.

“A longo prazo, estamos pensando em introduzir um novo treinador avançado”, diz Falthammar. “Mas agora estamos nos concentrando em dar os primeiros passos na introdução de um novo conceito de treinamento – isso significa que estamos adquirindo aeronaves de treinamento básicas”.


Gripen C (JAS 39) da Força Aérea Sueca- Foto: Autor Desconhecido

Ele acrescenta: “Apresentando um novo instrutor avançado, onde o T-7 [Boeing / Saab] pode ser um candidato – é muito cedo para nós. Há vários anos antes de precisarmos fazer essa avaliação e tomar essa decisão.”

Além deste projeto deste novo vetor de treinamento básico, a Suécia inaugurou em fevereiro sua nova academia de treinamento do Gripen. Instalada na base aérea de Satenas, a academia vai atender pilotos de Gripen da Suécia, República Tcheca, Hungria e do Brasil.

Os primeiros Gripens F-39 da FAB, devem chegar ao país em 2021. Ao todo serão 36 caças que vão reequipar nossa aviação de caça.

Gripen E da FAB decolando da fábrica da SAAB para seu primeiro voo- Foto: SAAB

“Sabemos que o treinamento é um elemento-chave quando se trata de cooperar com os clientes”, diz Ellen Molin, chefe da área de negócios de serviços e suporte da Saab.

 

DEIXE UMA RESPOSTA