A GE Aviation apresentou o seu novo motor de regime supersônico, com uso voltado para aeronaves comerciais, e principalmente no projeto da Aerion.

Em uma coletiva de imprensa realizada com a Aerion Corporation, a GE Aviation anunciou que já concluiu o projeto inicial do primeiro motor supersônico desenvolvido especificamente para jatos executivos.

Essa nova classe de motores, revelada hoje como o turbofan Affinity da GE, é otimizada com a tecnologia comprovada da GE para voos supersônicos e será desenvolvida a tempo para o lançamento do Aerion AS2.

Conceito do Aerion AS2.

O Affinity é uma nova classe de motores com razão de desvio médio que proporcionam desempenho excepcional e equilibrado tanto em voos supersônicos como subsônicos. O Affinity integra um composto único de experiência supersônica militar comprovada, confiabilidade comercial e as mais avançadas tecnologias de motores para jatos executivos.

O Affinity da GE é um turbofan de duplo eixo e dupla hélice gerenciado por um controle de motor eletrônico com autoridade total (Full Authority Digital Engine Control, FADEC) para melhor confiabilidade de expedição e diagnósticos a bordo.

 

Ele é desenvolvido especificamente para possibilitar voos supersônicos eficientes sobre a água e voos subsônicos igualmente eficientes sobre a terra sem exigir modificações nas atuais normas de conformidade. O motor é projetado para cumprir os rígidos requisitos de ruído subsônico de Estágio 5 e superar os atuais padrões de emissão.

Vale lembrar que há uma norma nos EUA que limita os voos supersônicos no continente.


Características do Affinity da GE:

  • Desempenho eficiente durante todo o envelope de voo com um teto de serviço de altitude elevada de 60.000 pés.
  • Um avançado mecanismo de dupla hélice com a razão de desvio mais elevada que qualquer outro motor supersônico.
  • Um sistema exaustor supersônico especial e não aumentado.
  • Um comprovado núcleo de motor adaptado do portfólio voltado para companhias aéreas comerciais da GE, que conta com bilhões de horas confiáveis e bem-sucedidas de serviço operacional.
  • Um combustor resistente com revestimentos avançados para suportar operações em alta velocidade por longos períodos.
  • Avançada tecnologia acústica projetada para cumprir ou superar os requisitos regulatórios.
  • Projeto aditivo e tecnologias de fabricação da GE para otimizar o peso e o desempenho.

“Nos últimos 50 anos, a velocidade de aeronaves executivas aumentou menos de 10%”, observou Brad Mottier, vice-presidente da GE e gerente geral de aviação geral e executiva e serviços integrados. “Em vez de voarem mais rápido, as cabines aumentaram de tamanho e se tornaram mais confortáveis, e o alcance se tornou mais longo. Com aeronaves maiores com cabines mais confortáveis e de mais longo alcance à disposição no mercado, o próximo passo é a velocidade… possibilitada pelo Affinity da GE.”

Perspectiva do interior.

Depois de dois anos de um estudo preliminar, a GE Aviation e a Aerion lançaram um processo formal em maio de 2017 para definir e avaliar uma configuração final de motor para o jato executivo supersônico AS2. Uma equipe de projeto da GE, apoiada por uma equipe dedicada de engenharia, continua trabalhando com a Aerion em um processo formal e conduzido em etapas.

A próxima avaliação de design está prevista para 2020 e sinalizará o início do projeto detalhado e da produção do artigo para testes.

A Aerion está colaborando com a GE Aviation, a Lockheed Martin e a Honeywell para desenvolver o AS2.

“Nossa missão é ampliar a mobilidade global com a velocidade supersônica, começando pela aviação executiva e dando continuidade com projetos mais rápidos e maiores para aviação executiva e também comercial”, revelou Tom Vice, diretor executivo da Aerion. “A GE Aviation está possibilitando essa nova era supersônica eficiente e sustentável com seu trabalho pioneiro no motor Affinity.”