GOL Boeing 737 MAX Aeroporto

A GOL Linhas Aéreas (B3: GOLL4) anunciou hoje (29/04) os seus resultados financeiros do 1º trimestre de 2021, já auditados e disponíveis de forma completa Clicando Aqui.

No trimestre encerrado em março (1T21) a GOL teve uma receita total de 1,59 bilhão de reais, uma queda de 47% na comparação com o mesmo período do ano passado (1T20). A GOL vendeu em média por dia R$ 18 milhões no 1º trimestre de 2021.

Apesar da sutil recuperação do mercado no início do ano, a GOL mesmo assim reportou uma queda de 43,8% na oferta de assentos (ASK) e na demanda por eles (RPK), na comparação direta com o 1º trimestre de 2020.

A GOL ainda teve uma Margem EBITDA ajustada de 22,6% (353,8 milhões), e 13,3% de Margem EBIT ajustado (208,3 milhões). 

A GOL apresentou um prejuízo líquido de R$ 2,53 bilhões no primeiro trimestre de 2021, uma alta de 10,5% na comparação com o mesmo período de 2020. 

A Liquidez Total da GOL era de R$1,8 bilhão no final do 1º trimestre, ou de R$5,3 bilhões considerando depósitos e ativos não onerados.

 

Impactos da Pandemia nos últimos 12 meses

O gráfico abaixo mostrado no próprio relatório da GOL demonstra os impactos da pandemia de acordo com o avanço das infecções. A perspectiva da empresa, no entanto, é de uma ampla recuperação nos próximos meses, devido ao avanço da vacinação no Brasil.