Pintura é similar à mesma usada pelos Puma HC Mk.1 na década de 1970. Foto: RAF - Coroa Britânica.

Um helicóptero Puma HC Mk2, matrícula XW224, da Força Aérea Real Britânica (RAF) voou pela primeira vez ostentando uma nova pintura comemorativa. O esquema celebra o aniversário de 50 anos de serviço do modelo com a RAF. 

A pintura em tons de cinza e verde oliva é similar à mesma usada pelos primeiros Pumas da RAF, entregues em janeiro de 1971. O esquema comemorativo também conta com a logo dos 50 anos de serviço no helicóptero, na porta da aeronave; o emblema dos esquadrões que operaram os Pumas nas versões Mk1 e Mk2, na cobertura do motor, e a bandeira do Reino Unido, a “Union Jack”, estilizada na cauda. 

Foto: RAF – Coroa Britânica.

O Puma foi originalmente desenvolvido pela companhia francesa Aérospatiale na década de 1960, logo tornando-se um sucesso de vendas e evoluindo para variantes maiores e mais potentes como o Super Puma, Cougar e o Caracal, este último mais novo e em serviço nas três Forças Armadas Brasileiras. 

Na RAF, o Puma foi extensivamente usado em combate e em missões humanitárias no Iraque, Afeganistão, Irlanda do Norte, Kosovo, Bósnia, Moçambique e Caribe. No início da pandemia do novo coronavírus, em 2020, os helicópteros foram usados no transporte de equipamentos e pessoal no Escócia e no norte da Inglatera, permanecendo em alerta 24 horas por dia, 7 dias por semana para apoiar qualquer tarefa necessária, destaca a RAF. 

Apesar da história, os 23 helicópteros restantes na frota da RAF deverão ser aposentados no meio da década, de acordo com os planos do Ministério da Defesa, junto com os Bell 212 e 412 do Exército e os AS365 usados no transporte de militares das forças especiais. A Leonardo e a Airbus ofereceram o AW149 e o H175 para substituir o Puma HC Mk2. No entanto, a proposta da Airbus esbarra na parceria que a fabricante fez com a China para produzir o modelo, o que impediu o desenvolvimento de uma versão militarizada da aeronave. 

Na semana passada, o gigantesco An-225 foi usado para transportar três Pumas da RAF do Paquistão para o Reino Unido e causou um susto aos spotters quando derrubou a cerca da Base de Brize Norton.

DEIXE UMA RESPOSTA