Índia quer utilizar caça de 5ª geração para melhorar tecnologias da indústria privada

Nas últimas semanas a Índia foi pauta em diversas notícias de aviação militar aqui no Portal Aeroflap pelo desenvolvimento de um caça de 5ª geração.

Apesar de estar comprando diversos caças, a Índia prefere desenvolver para o futuro a sua indústria nacional para a aviação militar. E para conseguir esse efeito em muitas empresas do país, a Índia está pensando em deixar a produção de um novo caça para uma joint-venture entre empresas privadas.

O desenvolvimento de um caça de 5ª geração poderá ser liderado pela estatal Hindustan Aeronautics Ltd (HAL), porém com a produção e criação tecnológica por empresas privadas do país, e participação abaixo de 50% da estatal.

Ao mesmo tempo essa colaboração pode ajudar a Índia na construção do avião, para atingir a meta de incorporar o primeiro avião na força aérea em 2028.

O protótipo de testes, no entanto, ainda pode ser produzido pela estatal Hindustan, visto que o processo de seleção das empresas parceiras pode demorar, pelo pouco avanço da Índia na produção de aeronaves avançadas tecnologicamente.

 

Parceria para os motores

A Índia também decidiu fechar uma parceria para a produção de motores do novo caça de 5ª geração. Estes serão desenvolvidos e fabricados em uma joint-venture entre a Índia e a França.

O prazo é que estes novos motores estejam prontos em sete anos após o começo dos trabalhos.


Do lado francês a empresa Safran ofereceu uma transferência de tecnologia aos indianos, que por sua vez já tem uma empresa solida no setor aeronáutico, a Hindustan Aeronautics Limited, que é fabricante dos caças HAJ Tejas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA