Recentemente a Turkish Airlines recebeu o primeiro Boeing 787-9 da sua frota, e desde então iniciou uma série de divulgações do novo avião, incluindo sessões de fotos.

Mas no último final de semana, enquanto a aeronave estava parada no hangar da companhia no novo Aeroporto de Istambul, na Turquia, e uma equipe de fotógrafos estavam realizando fotos da aeronave, um problema foi apresentado pela aeronave.

Um dos holofotes de lâmpada halógena fez a janela da aeronave derreter. Ainda não é possível saber a real causa desse problema, o calor da luz também pode esquentar a peça, e colocar a mesma em uma condição fora do estipulado pelos engenheiros em projeto.

Vale ressaltar que a janela de um Boeing 787 é diferente, visto que há um sistema fotocrômico que funciona por energia, escurecendo a própria janela, e dispensando a famosa cortininha para aqueles que precisam dormir durante o voo sem o incômodo da luz externa.

A manutenção da janela já foi providenciada pela companhia, que ainda planeja fazer o primeiro voo desta aeronave no dia 08 de julho.

Ao todo a Turkish Airlines ainda deve receber mais 29 aviões Boeing 787-9, com entregas entre 2019 a 2022.