737 Jet Airways Índia
Foto: Boeing

Após encerrar as suas operações em abril de 2019, a  Jet Airways anunciou que concluiu os voos de testes para o seu Certificado de Operador Aéreo pela Direção-Geral de Aviação Civil. Com isso, a empresa que um dia já foi a maior operadora privada da Índia se aproxima cada vez mais do retorno operacional.

Para o voo de certificação que ocorreu no dia 15 de maio, a companhia utilizou um Boeing 737-800 de matrícula VT-SXE a partir do Aeroporto Internacional Rajiv Gandhi (HYD). O processo de certificação avalia as competências operacionais de check-in, serviços de bagagem e operações de voo, incluindo um voo alternado.

Com as primeiras operações focadas para o mercado doméstico, provavelmente a frota da Jet Airways será composta exclusivamente pelo Boeing 737-800 NG. Além disso, algumas unidades do Boeing 777-300ER que foram operados pela companhia ainda se encontram aterrados nos aeroportos de Mumbai e Nova Delhi.

Para as próximas semanas, a companhia irá anunciar os membros da sua administração executiva e iniciará as contratações de tripulantes, com preferência para os ex-funcionários da companhia.

Curiosamente, antes de fechar as portas, a Jet Airways chegou a encomendar algumas unidades do 737 8 MAX, sendo que parte dessas unidades foram repassadas para a GOL.  Entretanto, a companhia brasileira manteve as configurações encomendadas de cabine da antiga operadora. Com a novidade, alguns passageiros estão podendo desfrutar das poltronas executivas no interior do 737 MAX. 

Confira o padrão da Jet Airways abaixo:

Classe Executiva GOL 737 MAX Jet Airways

Jet Airways

 

Com informações: Simple Flying