Serviço de bordo companhias aéreas

Faz cerca de um mês que a Anvisa autorizou a retomada do serviço de bordo em voos domésticos no Brasil. As companhias aéreas não estavam servindo nenhum alimento a bordo desde meados de 2020, por proibição do órgão governamental.

No começo da pandemia, ainda eram distribuídos alguns alimentos de forma dividida na cabine de passageiros para evitar que todos retirassem a máscara ao mesmo tempo no mesmo espaço.

Pouco tempo depois a recomendação passou a ser para entregar os alimentos no momento do desembarque, e durante o voo servir apenas água. Novamente foi modificado, proibindo inclusive de entregar os alimentos no desembarque.

Agora, em 2022, o serviço foi autorizado pela Anvisa entretanto as companhias aéreas ainda estão se adaptando, já que ficaram praticamente dois anos sem servir nenhum alimento em voos domésticos.

Realizamos voos recentes com as três maiores empresas aéreas do Brasil, e vamos relatar nesta matéria como está o serviço de bordo de cada companhia.

 

Azul: Brasília – Rio de Janeiro (SDU)

No dia 24 de maio, duas semanas após a autorização da Anvisa, realizamos o voo AD 4481  da Azul partindo do Aeroporto Internacional de Brasília com destino ao Rio de Janeiro, Aeroporto Santos Dumont, tendo Congonhas como destino final. A aeronave foi um Airbus A320neo de matrícula PR-YRZ.

Na Azul o serviço está mais completo do que nas outras empresas, foram oferecidos snacks doces e salgados e com as opções completas de bebidas como água, café, sucos de laranja e maracujá, incluindo opções light e refrigerantes. 

Segundo a tripulação deste voo para o Santos Dumont, a Azul não disponibilizou apenas um tipo de snack para que o estoque fosse mantido nas bases. 

Serviço de bordo Companhias Aéreas

 

GOL: Brasília – São Paulo (CGH)

No dia 9 de junho, embarcamos no primeiro voo do dia partindo de Brasília com destino a São Paulo (CGH). Este era o voo G3 1377 da GOL, partindo às 06h15 da manhã da Capital Federal. A aeronave escalada foi o Boeing 737 MAX de matrícula PR-XMA.

Com pouco mais de 20 minutos após a decolagem foi anunciado pela tripulação que seria iniciado o serviço de bordo. A companhia ressalta que o serviço ainda está na fase inicial, e que em breve irá fornecer todas as opções de snacks e bebidas.

Foram oferecidos um pacotinho de biscoito doce Tortuguita ou pacote de polvilho de 12g no sabor de queijo, com um copo de água. Você pode solicitar ao comissário mais snacks, se tiver disponível no avião.

O trecho de volta realizado no dia 13 de junho, no voo G3 1464 a bordo do Boeing 737 MAX PS-GPC também seguiu as mesmas opções do voo de ida.

 

LATAM: Santarém – Brasília

A bordo do Airbus A320 de matrícula PR-MYQ, nosso colaborador Ângelo Madson realizou o trecho de Santarém no Pará com destino a Brasília. O voo LA 3803 da LATAM foi realizado no dia 6 de junho às 12h20.

O trecho tem duração de aproximadamente 2 horas e 20 minutos, foi oferecido pela LATAM um pacote de batatinhas chips de 10g com as opções de água, refrigerante e café. 

Foto: Angelo Madson