ABEAR Aviação ANAC

O setor aéreo foi um dos setores que mais teve destaque na geração de vagas em meio à pandemia da Covid-19, de acordo com recente pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), confirmando os sinais de nova retomada da aviação comercial brasileira.

A partir da análise do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), no período de 12 meses encerrados em maio de 2021, a CNC revela que ocupações relacionadas à aviação figuram no ranking das profissões com maiores avanços, como engenheiros aeronáuticos (aumento de 20,8% em relação ao estoque de postos de trabalho de maio de 2020), comissários de voo (+ 13,5%), operador de atendimento aeroviário (+ 11,7%) e agente de viagem (+ 10,3%).

O levantamento da CNC avaliou o desempenho recente do saldo de vagas celetistas (vinculadas à CLT), considerando mais de 2.500 profissões.

“No estudo observamos a oferta de vagas no setor aéreo para níveis de especialização bem distintas, o que dá uma certa robustez na recuperação do setor. É diferente de você demandar uma quantidade de vagas para uma atividade específica que não exige muita qualificação.”

“Como esta pesquisa mostra uma variedade de especializações nessas vagas observadas é um indício forte de que o setor já começou a se recuperar e que tem uma expectativa bastante positiva para o decorrer deste ano”, disse o economista da CNC e coordenador do estudo, Fabio Bentes.

 

Via: ABEAR

DEIXE UMA RESPOSTA