• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Pilotos da FAB falam sobre primeiro voo dos F-39 Gripen de série no Brasil

FAB Gripen pilotos IPEV
O Tenente-Coronel Cristiano de Oliveira Peres (direita) e o Major Abdon de Rezende Vasconcelos (esquerda) pilotaram os Gripens de produção. Foto: FAB.

Na última quinta-feira (14) a Saab lançou o 10º episódio da série Colaboração Real 4, que mostra o Projeto Gripen no Brasil. Na última edição, os pilotos da Força Aérea Brasileira que voaram os dois novos F-39 no Brasil falaram sobre a experiência. 

As aeronaves F-39E Gripen, matrículas 4101 e 4102, chegaram ao Brasil no dia 01 de abril a bordo do navio holandês Marsgracht.

F-39 Gripen FAB Navegantes navio saab

Caças Gripen da FAB sendo içados do navio Marsgracht em Navegantes (SC). Foto: Saab.

Os novos aviões, os primeiros de produção em série para a FAB, foram desembarcados no Porto de Navegantes (SC) no dia 02/04 e rebocados ao aeroporto da cidade na madrugada do dia seguinte. 

No dia 06 de abril, os pilotos do Instituto de Pesquisa e Ensaios em Voo (IPEV) da FAB, Tenente-Coronel Cristiano de Oliveira Peres e o Major Abdon de Rezende Vasconcelos, conduziram o primeiro voo dos novos caças no Brasil, decolando de Navegantes para a sede da Embraer em Gavião Peixoto (SP), onde está localizado do Centro de Ensaios em Voo do Gripen. 

“O voo ocorreu conforme planejado. Realizamos uma decolagem isolada do Aeroporto de Navegantes, após a decolagem eu, como número 2, reuni no líder […]. Ascendemos para o nível de voo 290 e iniciamos nosso cruzeiro com Mach .8”, relata o Major Abdon, que também foi o primeiro piloto da FAB a voar o F-39 no Brasil, fato que se deu no ano passado. 

“Durante a rota fomos interceptados pelo Grupo de Caça [1º GAvCa do Rio de Janeiro] e passamos as informações necessárias, então realizando o pouso no Aeroporto de Gavião Peixoto”

Gripen FAB Saab

Os dois F-39E Gripen, FAB 4101 e 4102, voam em ala pelos céus do Brasil Imagem: Saab.

Os novos Gripen permanecerão em Gavião Peixoto até que seja obtida a certificação de tipo militar, que permitirá que os caças entrem em serviço operacional. Concluída esta etapa, que deve demorar alguns meses, os novos F-39E serão enviados ao 1º Grupo de Defesa Aérea, o Esquadrão Jaguar, da Base Aérea de Anápolis. 

“Ainda são necessários alguns ensaios para que seja finalizada a certificação da aeronave e bem como alguns ensaios ambientais. Essas aeronaves ainda não voaram no ambiente brasileiro. Mas em questão de meses eles já estarão prontas para serem entregues ao esquadrão”, explicou o Tenente-Coronel Cristiano, piloto que liderou o voo de formação dos caças Gripen nos céus brasileiros. 

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 


Estudante de Jornalismo na UFRGS, spotter e entusiasta de aviação militar.