Governo da Polônia vai investir 1,76 bilhão de euros na compra de 32 helicópteros Leonardo AW149. Imagem: Leonardo.

O Ministério da Defesa da Polônia oficializou hoje (01) a compra de 32 helicópteros Leonardo AW149. O contrato, assinado junto à PZL-Świdnik, representante da Leonardo na Polônia, está avaliado em 8,25 bilhões de Zlotys poloneses (aproximadamente 1,76 bilhão de euros). 

A Polônia já havia selecionado o AW149 ainda em junho. O modelo italiano está sendo adquirido pelo Programa Perkoz, que visa substituir helicópteros Mil Mi-2 Hoplite e Mi-8/17 Hip, fabricados na União Soviética. Segundo o portal Flightglobal, a Polônia opera 44 destes antigos helicópteros.

Mil Mi-2 soviético Polônia
Mil Mi-2 polonês. Foto: Ministério da Defesa da Polônia.

O contrato foi anunciado nesta sexta-feira durante uma cerimônia oficial realizada nas instalações da PZL-Świdnik, na presença de representantes do governo polonês. O negócio inclui pacotes de logística, treinamento e simuladores.

O pacote logístico inclui um estoque de peças de reposição e consumíveis, além de equipamentos para auxiliar na movimentação dos helicópteros em solo, como barras de reboque. Já o pacote de treinamento e simulador inclui a instrução para pilotos e pessoal técnico, a entrega de um conjunto de simuladores avançados e outras ferramentas de treinamento. 

Leonardo AW149 Polônia Helicóptero
Polônia deve adquirir 32 helicópteros AW149. Foto: Leonardo Helicopters.

A PZL-Świdnik terá uma linha de produção local para esses novos helicópteros. A Leonardo, portanto, realizará mais investimentos em suas instalações polonesas, além dos, aproximadamente, 1 bilhão de euros já investidos desde 2010, que, segundo a companhia italiana, fortaleceram significativamente a competitividade e as capacidades industriais da PZL. 

“O contrato assinado hoje é uma continuação do nosso compromisso com a Polônia em relação ao desenvolvimento das fábricas locais de helicópteros e da cadeia de suprimentos em benefício da indústria polonesa”, disse Alessandro Profumo, CEO da Leonardo. 

Alessandro Profumo, CEO da Leonardo, cumprimenta o ministro da Defesa polaco Mariusz Błaszczak. Foto: Leonardo.

“Ao reforçar a nossa posição no mercado estratégico do país, como fornecedor de tecnologia de defesa moderna, temos orgulho de contribuir para o aumento constante da segurança da Polônia e para o reforço das capacidades industriais que são fundamentais para a resiliência e soberania do país.”

O AW149 é um helicóptero de porte médio capaz de transportar até 19 passageiros ou 16 soldados completamente equipados. Construído com materiais compósitos, está entre os projetos militares mais novos da Leonardo. Sua cabine pode ser reconfigurada rapidamente para missões de transporte de tropas, carga, busca e resgate, escolta armada e evacuação aeromédica.

O AW149 também pode receber armamentos na forma de canhões, foguetes e mísseis ar-ar/ar-solo. O modelo foi adquirido pelo Egito, Tailândia, Itália e está sendo oferecido como substituto dos helicópteros Puma HC.2 do Reino Unido.