Saab Gripen-Foto/Divulgação: SAAB

Durante uma apresentação anual de resultados no dia 15 de fevereiro, a partir da Saab, mais imagem e notícias dos avanços da fabricação do Saab Gripen E ou Gripen NG (mais conhecido no Brasil) foram emitidas.

Nesta nova apresentação o executivo-chefe, Hakan Buskhe, disse que o avanço do programa foi feito “na primeira semana de janeiro”.

Além do Brasil que é um cliente internacional do caça, a fabricante sueca já está apresentando o novo caça para a Suíça e Finlândia, e de acordo com Buskhe, estão em discussão com o Canadá.

Linha de produção do SSAB Gripen E- Foto: SAAB

 

Gripen NG para o Brasil

Antes de o Brasil tomar a demorada decisão de escolha do novo caça, que durou 15 anos. Foi em dezembro de 2013 o Caça sueco Gripen E/F ou NG.

A Saab tem muitos exemplares do Gripen E/F para produzir, são 60 unidades para a Força Aérea Sueca e 36 unidades para a FAB, que fazem parte do programa FX2 do Brasil que visa reequipar da frota de caças brasileira com uma aeronave moderna, com total transferência de tecnologia.

Ainda vale ressaltar que a Embraer terá participação nisso, sendo que irá construir no Brasil algumas unidades do caça, incluindo a versão biplace (duplo assento).

Conograma do Gripen NG – Foto: FAB

Além da Embraer outras empresas brasileiras ligadas ao setor aeronáutico e de tecnologia estão envolvidas no projeto do caça.

Acredita-se por parte da SAAB que até as primeiras entregas agendadas ocorram até o final desde ano de 2019.