Os dois protótipos do quadrimotor de passageiros Ilyushin Il-96-400M serão convertidos para uso militar, tornando-se os novos postos de comando aerotransportados da 8ª Divisão de Aviação de Propósitos Especiais da Força Aeroespacial Russa. Simplificando, serão os dois novos “Aviões do Fim do Mundo” ou “Aviões do Apocalipse”, operando como centros de controle das Forças Armadas em caso de guerra nuclear. 

Em abril, a estatal United Aircraft Corporation (UAC) anunciou o cancelamento da produção em massa do novo jato. Na época foi dito que os dois protótipos, que ainda estão em fase de montagem na Associação de Produção de Aeronaves de Voronezh, seriam usados como aeronaves VIP, transportando o Presidente russo e sua comitiva.

No entanto, os jatos terão outro papel. Uma fonte afirmou à RIA Novosti que os aviões serão convertidos no âmbito do projeto Zveno-3S, dizendo que os trabalhos já começaram em uma das aeronaves. Os dois Il-96-400M substituirão os quatro Il-80 Maxdome que atualmente cumprem essa função. 

Baseado no jato de passageiros Il-86, o Il-80 entrou em serviço no início da década de 1990. Em caso de Guerra Nuclear, as aeronaves seriam usadas para transportar o presidente e o Estado Maior das Forças Armadas. Os aviões são equipados com uma série de equipamentos de comunicação e guerra eletrônica além de possuírem postos de trabalho, tudo isso para comandar os exércitos e enviar a devida retaliação naquilo que seria um evento que possivelmente acabaria com a humanidade. 

Em janeiro, a Rússia prendeu um suspeito de ter furtado quase 40 módulos de rádio e cinco placas eletrônicas de um Il-80 Maxdome que passava por manutenção. O crime ocorreu em dezembro de 2020. 

Ilyushin Il-80, o centro de comando aerotransportado conhecido como “Avião do Fim do Mundo” da Rússia.
Foto: Dmitry Terekhov – Wikimedia.

Os Il-96-400M seriam uma medida provisória para substituir o Il-96 dos anos 1990, antes da chegada do sino-russo CR929A versão anterior, Il-96-300, já é usada pelo Destacamento Rossiya no transporte do presidente russo e demais líderes e funcionários do país. A unidade recebeu seu último Il-96 em abril de 2021, aponta o portal Aerotime Hub. 

DEIXE UMA RESPOSTA