Qatar Airways reembolsa cerca de US$ 1,2 bilhão para 600 mil passageiros

A pandemia do Covid-19 fez com que o setor de aviação mudasse completamente os planos de expansão e até mesmo de reestruturação. Muitas companhias se virão obrigadas a refazer planos em plena progressão do setor e grandes projeções de expansão das companhias aéreas.

A Qatar Airways assim como todas as companhias pelo mundo, aderiram a flexibilização de reembolsar e remarcar viagens que foram comprometidas pela crise. Os passageiros tiveram de mudar suas viagens de uma hora para outra, com as restrições de viagem e voos cancelados.

“O que eles desejam e merecem é flexibilidade e confiabilidade e, na Qatar Airways, esperamos que encontrem uma companhia aérea em que possam confiar.”

“O valor que pagamos em reembolsos sem dúvida teve um impacto em nossos resultados financeiros, mas é nosso dever fazer a coisa certa por nossos clientes e parceiros comerciais e, como companhia aérea, somos fortes o suficiente para mitigar o impacto disso. Disse o Presidente-Executivo do Grupo Qatar, Akbar Al Baker.

A Qatar reembolsou cerca de US$ 1,2 Bilhão para 600 mil passageiros desde Março quando começou a pandemia. Foram cerca de 96% pagos aos passageiros, a empresa está buscando com seus parceiros mais flexibilização e facilidade em efetuar mudanças ou reembolsar os clientes.

A companhia aérea implementou a politica flexivel de bilhetes remarcados em até dois anos da data original da compra. Os passageiros podem alterar a data ou destino de forma gratuita. Além disso, podem pedir um voucher com valorização de 110% sob o valor original do bilhete ou pontos no QMiles.

As mudanças também chegam para os funcionários que foram redistribuídos para ajudar na grande demanda de solicitações de reembolso ou alterações. A Qatar está operando todas as suas aeronaves Boeing 787 e Airbus A350 entretanto aterrou todos os seus Airbus A380 por tempo indeterminado.   


 

DEIXE UMA RESPOSTA