A American Airlines deixou escapar que irá aumentar a quantidade de assentos nas suas aeronaves 737 MAX 8, que começarão chegar a partir do 3º trimestre desse ano na frota da companhia.

Com essa modificação na quantidade de assentos a aeronave agora terá 1 polegada a menos de espaço para as pernas na classe econômica, passando de 30″ para 29″. O 737 MAX 8 da companhia aérea americana será equipado com 16 assentos na Primeira Classe, 36 na Premium Economy e 120 na Economy, exatamente a aeronave afetada pelo problema.

A Boeing fez uma otimização de espaço na fuselagem do 737 MAX 8, de forma que acrescentou 10 assentos (em classe econômica) em comparação com a série NG, mantendo o mesmo espaço disponível para as pernas e o mesmo tamanho da fuselagem. Isso permitiu que companhias aéreas como a GOL aumentasse a capacidade no 737 MAX 8 sem prejudicar o espaço para as pernas, no caso da companhia aérea brasileira o espaço foi de 177 (NG) para (186 MAX) sem prejuízo de conforto.

Porém a alteração da American foi grande, a configuração atual da companhia usada nas aeronaves 737-800 NG é de 16 na First Class, 30 na Premium Economy e 114 na Economy. Por causa dessa decisão três fileiras terão 29 polegadas de espaço, entre um assento e outro, enquanto o restante da Economy terá 30 polegadas.

O espaço de 29 polegadas está entre os menores da frota da American Airlines e bastante similar ao ofertado por companhias ultra-low-cost, como a Spirit Airlines e a Frontier Airlines, que oferecem cerca de 28 polegadas de espaço para aeronaves da mesma categoria.

A American Airlines já encomendou 100 aviões 737 MAX 8, com a entrega de 40 unidades até 2019.