Foto: U.S. Navy

No início do próximo mês a Otan inicia a 51ª iteração de seu exercício anual de Operações Bálticas, que este ano acontece de 5 a 17 de junho no Mar Báltico, disse o secretário de imprensa do Pentágono, John F. Kirby. 

“[O exercício] oferece uma oportunidade única de treinamento que fortalece a capacidade de resposta combinada e é fundamental para preservar a liberdade de navegação e segurança na região do Mar Báltico”, disse Kirby durante um briefing hoje. “As nações participantes exercerão uma infinidade de capacidades que demonstram a flexibilidade inerente das forças marítimas, incluindo operações anfíbias, artilharia, anti-submarino, exercícios de defesa aérea, bem como operações de remoção de minas, descarte de munições explosivas e operações de mergulho e salvamento”. 

“Um total de 14 nações da Otan, incluindo Bélgica, Bulgária, Dinamarca, Estônia, França, Alemanha, Letônia, Lituânia, Holanda, Noruega, Polônia, Turquia, Reino Unido e Estados Unidos participarão”, disse Kirby. 

Além disso, as nações parceiras da OTAN, Finlândia e Suécia, também participarão este ano – ambas as nações se inscreveram recentemente para ingressar na OTAN. 

No total, disse Kirby, cerca de 45 embarcações, 75 aeronaves e cerca de 7.000 militares participarão do exercício. 

Ao mesmo tempo em que a Suécia sedia o exercício BALTOPS 22 deste ano, disse Kirby, também reconhece o 500º aniversário de sua própria marinha. 

“Estamos gratos por sua capacidade de liderar e sediar este ano”, disse Kirby. “É um grande exercício, muito a ser feito, e eu sei que eles estão ansiosos por isso.” 

Como nas iterações anteriores do BALTOPS, as forças marítimas e aéreas trabalharão juntas para exercer evacuação médica, recuperação conjunta de pessoal, defesa aérea, operações de interdição marítima, guerra antissubmarina, contramedidas de minas e operações anfíbias, para fortalecer a coesão e as capacidades dos aliados da OTAN e parceiros. O exercício BALTOPS deste ano é liderado pela Sexta Frota dos EUA e será executado pelas Forças de Ataque da OTAN. 

A Suécia declarou recentemente junto à Finlândia o desejo de entrar para a aliança militar OTAN. O processo ainda está sendo avaliado pelos países membros, e você pode conferir mais Clicando Aqui.