Sete sindicatos de tripulantes da Ryanair, de cinco países, farão uma greve de 24 horas em 28 de setembro.

Essa é uma movimentação contra a pressão da Ryanair de continuar seguindo as leis trabalhistas da Irlanda, e contratando tripulantes em outros países. Essa greve faz parte de uma série de movimentos trabalhistas, que estão causando vários cancelamentos de voos pontuais desde maio.

Os voos partindo da Itália, Portugal, Espanha, Bélgica e Holanda deverão ser afetados nesta greve, porém a companhia ainda não forneceu uma previsão da quantidade de voos que serão ofertados.

Além de ser um movimento trabalhista, essa ação foi realizada antes do dia 20 de setembro, dia em que uma reunião entre acionistas da companhia será realizada. Os tripulantes esperam fazer uma pressão nos administradores da companhia para ceder os direitos trabalhistas.