A United Airlines declarou nesta terça-feira (20/04) que colocará os aviões Boeing 737 MAX e os 777-200 equipados com motores Pratt & Whitney novamente em operação.

A companhia norte-americana tinha paralisado anteriormente as operações com o 777-200 após um incidente envolvendo um motor Pratt & Whitney em voo. A companhia disse que já inspecionou todas as aeronaves, como solicitado nos DAs emitidos pela FAA, e está colocando os aviões de volta na sua malha.

Todos os 24 aviões Boeing 777 com motores PW4000 retornarão aos voos comerciais em breve. A United ainda não tem uma estimativa correta, ao contrário do 737 MAX, devido a complexidade de inspeção de cada motor PW400, cerca de 48 deles no total.

Foto – Boeing/Divulgação

Da mesma forma o 737 MAX retorna aos voos da United, após as inspeções solicitadas pela Boeing envolvendo o sistema elétrico de algumas aeronaves (Clique Aqui para ver mais sobre esse assunto).

A companhia disse que cerca de 17 aviões 737 MAX, de 30, precisaram passar pela correção solicitada pela Boeing. 

A adição desses dois modelos de aviões na malha da United Airlines vai reforçar as operações de verão da companhia, assim como outras empresas dos EUA que estão buscando aumentar a quantidade de voos em meio a uma crescente demanda por destinos turísticos.